Compartilhe

A OnePlus apresentou ao mundo os seus novos smartphones top de linha OnePlus 8 e OnePlus 8 Pro. Eles são a atualização direta do OnePlus 7T e 7T Pro lançados em 2019, e com uma margem de melhora cada vez menor, a aposta está em algumas mudanças pontuais na bateria e na taxa de atualização de tela.

Nesse post, mostramos as principais diferenças entre as duas gerações do smartphone, o que pode facilitar a decisão do leitor em comprar ou não um dos novos telefones.

 

 

 

Mais bateria e mais Hz

 

 

O OnePlus 8 possui uma bateria de 4.300 mAh, e o OnePlus 8 Pro conta com 4.510 mAh, representando assim um belo salto nesse aspecto em relação aos modelos da geração anterior. A tecnologia de recarga rápida Warp Charge de 30W está mantida, o que ajuda na recarga dessa bateria mais generosa.

O modelo Pro passa a contar com uma taxa de atualização de imagem de 120 Hz, uma das mais altas do mercado e presente em dispositivos top de linha da concorrência em 2020. Isso ajuda a explicar a bateria maior desse modelo, já que o consumo de bateria será maior com essa característica.

Os dois modelos recebem o Snapdragon 865 da Qualcomm com o modelo Snapdragon X55, permitindo assim o acesso à conectividade 5G SA e NSA. Nas telas em si, não tem muitas diferenças, com as polegadas e resolução sendo as mesmas da geração anterior: FulHD+ no OnePlus 8, Quad HD+ no 8 Pro. Em ambos, o leitor de digitais está abaixo da tela.

Quase tudo se repete também na RAM. O OnePlus 8 tem configurações de 8 GB + 128 GB e 8 GB + 256 GB, além da nova versão com 12 GB + 256 GB UFS 3.0, inédito nessa versão. O modelo Pro conta com 8 GB ou 12 GB de RAM, com 256 GB de armazenamento.

 

 

 

As câmeras mudaram, mas… para melhor?

 

 

Temos mudanças relevantes nas câmeras dos novos modelos. O sensor de 48 MP está mantido, mas no OnePlus 8 Pro temos pixels maiores, com o sensor Sony IMX586 contra o Sony IMX689. O OnePlus 8 mantém a ultra grande angular dos modelos anteriores, mas renunciou à lente teleobjetiva em prol de um sensor macro de 2 MP.

Se você quer a lente teleobjetiva, precisa comprar o OnePlus 8 Pro, que também conta com uma telefoto de 8 MP e um sensor para filtros de cor de 5 MP. A câmera frontal é a mesma para os dois modelos, mantendo os 16 MP do ano passado.

Resumindo: o modelo normal perdeu a teleobjetiva para ganhar uma lente macro, e o modelo Pro ganha um sensor para filtros de cor. Só as análises vão poder dizer se a troca foi justa ou vantajosa nesse caso.

No software, voltamos a ter o OxygenOS trabalhando com o Android 10. A interface recebeu pequenas mudanças, como novos ícones e fundos de tela dinâmicos que mudam de acordo com a luz ambiente. Do mais, ainda é um software limpo e que deve ser atualizado por muito tempo.


Compartilhe