O OnePlus 6 já passou pelo processo de desmontagem do iFixit, alcançando uma nota 5 em 10 na escala de reparação, sendo um pouco mais complicado de ser reparado que o seu antecessor.

A nota é dois pontos pior na escala de reparação em comparação com o OnePlus 5 (7/10), e o grande culpado por isso é a composição em cristal do dispositivo.

Levantar a parte traseira do OnePlus 6 não é algo muito complicado, já que o cabo que une o sensor de digitais é largo o suficiente para ser levantado sem maiores danos. Já o cristal do conjunto se quebra com facilidade, o que faz com que a a sua pontuação caia, mesmo sendo mais econômico que outros modelos do mercado.

 

 

Sua bateria é simples remoção, pois está levemente colada ao dispositivo. Ela pode ser removida com uma lingueta, ou seja, dispensando grandes esforços para a tarefa.

Apesar do smartphone não contar com uma certificação IP68, foram detectados sinais de impermeabilização dentro do OnePlus 6, como juntas de silicone ao redor de determinados componentes essenciais.

Por fim, a tela é colada com muita força, e é bem complicada de ser removidas sem que o cristal saia danificado. Ou seja, o cristal foi uma escolha que ofereceu problemas, e que não foi aproveitado da melhor forma.

 

Via iFixit