O Xbox Series S… faz sentido? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O Xbox Series S… faz sentido? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Games | O Xbox Series S… faz sentido?

O Xbox Series S… faz sentido?

Compartilhe

Sim… o Xbox Series X vazou, com riqueza de detalhes, e agora todo mundo sabe que o console deve chegar no futuro e todos os seus detalhes técnicos, que apontam que o modelo será uma versão econômica do console de nova geração, o Xbox Series X, com uma potência bruta e memória menor.

Para você ter uma noção melhor das diferenças entre os dois consoles, veja a seguir um resumo das principais especificações técnicas entre o Xbox Series X e o Xbox Series S.

 

 

 

Xbox Series X: especificações técnicas

 

CPU Zen 2 com 8 núcleos e 16 fios a 3,8 GHz (8 fios)-3,6 GHz (16 fios).
Memória GDDR6 unificada de 16 GB (13,5 GB grátis).
Radeon RDNA 2 gráficos com 3.328 sombreadores, 208 unidades texturizadas e 80 unidades raster (12,1 TFLOPs).
Ray tracing acelerado por hardware.
SSD de 1 TB com velocidade de 2,4 GB/s.
Preço estimado: 499 euros.

 

 

 

Xbox Series S: especificações técnicas (especuladas)

 

CPU Zen 2 com 8 núcleos e 16 fios a 3,8 GHz (8 fios)-3,6 GHz (16 fios).
10 GB de memória GDDR6 unificada (7,5 GB grátis).
Radeon RDNA 2 gráficos com 1.280 sombreadores, 80 unidades texturizadas e 32 unidades raster (4 TFLOPs).
Ray tracing acelerado por hardware.
SSD de 500GB com velocidade de 2,4GB/s.
Preço estimado: 299 euros.

 

 

 

Existe uma diferença importante na GPU e na memória unificada, onde o Xbox Series X pode rodar jogos de nova geração em 4K mantendo, em teoria, 60 FPS estáveis. Na prática, os resultados finais podem variar, dependendo do jogo.

Já o Xbox Series S vai deve rodar os jogos de nova geração em 1080p a 60 FPS estáveis, mas alguns rumores sugerem um upscalling de 1440p a 30 FPS.

A Microsoft está sabendo diferenciar os consoles de forma perfeita, e sem ter que renunciar a potência do hardware de processamento. Sem falar nas diferenças básicas para o Xbox One X, como um processador mais potente e o SSD no lugar do HD. Além disso, as diferenças de preço entre o Series X e o Series S são bem ajustadas.

Mas… a pergunta que dá titulo a esse post persiste:

 

 

 

O Xbox Series S faz algum sentido?

 

 

Diante dos fatos apresentados, é possível acreditar que sim.

Lançar duas configurações diferentes em um console de nova geração pode ser um acerto na hora de diversificar as vendas, pois permite que a Microsoft alcance um número maior de usuários, além de oferecer uma alternativa para os gamers que ainda não deram um salto para os conteúdos em 4K.

Nem todo mundo pode pagar o valor cobrado para um console de nova geração com 4K (especialmente agora nesse novo normal). Por outro lado, um preço mais razoável e mais fácil de digerir pelo consumidor médio pode resultar em um volume maior de vendas, se aproximando assim de uma realidade de mercado mais crível.

Sobre o hipotético valor cobrado pelo Xbox Series S, se realmente alcançar a casa dos 299 euros como especulado, esse será um produto com grandes chances de ser um autêntico campeão nas vendas. Com esse valor, é impossível montar um PC com o mesmo hardware.

E por mais que digam que a Microsoft vai perder dinheiro por unidade vendida, toda a grana com as vendas de jogos e adicionais dentro das lojas virtuais certamente vão equilibrar a balança positivamente.

Vamos ficar de olho nos próximos acontecimentos.


Compartilhe