windows 10

Não adianta. Mesmo com dados estatísticos diferentes (de diversos meios especializados), a verdade é uma só: o Windows 10 ainda não consegue superar o Windows 7.

As estatísticas indicavam que o Windows 10 ia superar o Windows 7 antes do fim de 2017, mas tal previsão não se cumpriu. A mais recente versão do sistema operacional da Microsoft encerrou o ano passado com uma conta de mercado de 41,69%, ficando abaixo dos 41,89% registrados pelo Windows 7.

 

 

Ao longo de 2017, a tendência foi de baixa do Windows 7 e alta do Windows 10. Já as versões Windows XP e Windows 8.1 registraram leves quedas ao longo do ano passado. Já o Windows Vista registrou uma queda lenta, porém, constante, o que o deixa com apenas 0,7% de cota de mercado. Lembrando que nem o Windows XP, nem o Windows Vista contam com suporte oficial da Microsoft.

Passaram quase dois anos e meio desde o lançamento do Windows 10, e até o final do ano passado era possível conseguir a versão de graça, atualizando a partir do Windiows 7 e Windows 8.1.

Aliás, mesmo depois do período promocional “oficial” (durante o primeiro ano de vida da versão”, os usuários não tiveram dificuldades em atualizar de graça seus equipamentos. Porém, outros tantos não se convenceram das novidades, e decidiram ficar com o Windows 7.

 

Via Betanews