Compartilhe

Tricorder

 

Star Trek inspirou todo o tipo de ideias no mundo da tecnologia. Uma das mais singulares é a do dispositivo que imita os recursos do Tricorder, um aparelho que servia para diagnosticar enfermidades rapidamente.

Pois bem, temos a melhor aproximação desse gadget da ficção científica, através do DxtER.

 

A XPRIZE Foundaion e a Qualcomm Foundation concederam o prêmio ao dispositivo que mais se aproximou do objetivo proposto há quatro anos: um produto capaz de emular o Tricorder.

 

 

A equipe liderada pelo Dr. Basil Harris levou o prêmio de US$ 2.6 milhões, por conta do DxtER, desenvolvido pela pequena empresa Final Frontier Medical Devices.

O dispositivo usa uma série de sensores não invasivos que coletam dados para depois contrastá-los com um motor de inteligência artificial que sua uma base de dados médicos para realizar um diagnóstico.

O DxtER derrotou o dispositivo da Dynamical Biomakers, com muito mais recursos. Nos dois caos, 12 doenças foram diagnosticadas nos testes finais, e apesar de nenhum deles foi preciso no diagnóstico total, a experiência de usuário do vencedor foi considerado excepcional pelo juri.

Nesse momento, o DxtER é capaz de diagnosticar até 34 enfermidades no seu design atual. A ideia agora é torná-lo um produto que atue nos testes clínicos.

O dispositivo pode ser útil em países desenvolvidos, mas tem especial relevância em países em desenvolvimento, ou onde o acesso à saúde é algo bem complicado.

 

Via Vocativ


Compartilhe