Compartilhe

A família de smartphones iPhone 12 chegou ao mercado e, de forma natural, monopolizou as atenções de todos. Já reclamamos sobre o seu alto preço no Brasil, já falamos da ausência dos carregadores no kit de venda, já comentamos os altos preços dos acessórios e o dispositivo já foi desmontado pelo iFixit.

Mas tem um teste que muita gente estava esperando, principalmente no caso dos novos iPhones. Afinal de contas, ter um telefone caríssimo que não é tão resistente aos desafios do dia a dia seria algo péssimo. Por isso, esse vídeo do JerryRigEverything era um dos mais aguardados entre os youtubers mais populares.

É importante lembrar que os modelos iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max são rigorosamente iguais nas suas entranhas, onde as principais diferenças são mesmo externas (tamanho, peso e dimensões). Este teste de resistência que você vai ver nesse post envolveu os modelos iPhone 12 Mini e iPhone 12 Pro Max, onde os dois modelos passaram por um estresse tremendo, apenas para descobrir se ambos estão a altura do que a Apple promete.

Antes de continuar, é importante pontuar que a Apple pode até lançar modelos semelhantes nas especificações técnicas, mas com públicos diferentes. O iPhone 12 Mini é muito mais compacto e pensado para quem quer utilizar o smartphone com apenas uma das mãos sem maiores problemas. Já o iPhone 12 Pro Max é voltado para os amantes das telas gigantes para consumo de conteúdo.

Logo, olhe para os modelos com essas diferenças de proposta, inclusive no teste de tortura a seguir.

 

 

 

Torturando smartphones que custam entre R$ 7 mil e R$ 14 mil

 

Chega a ser um pecado o que o JerryRigEverything faz nos seus vídeos, mas é um mal necessário para descobrir o quão resistente são esses smartphones. Dessa vez, ele realizou um teste duplo e simultâneo, mas mantendo os mesmos parâmetros para os dispositivos.

É importante lembrar que tudo o que foi feito nesse teste é uma demonstração externa, já que no dia a dia é difícil de imaginar que algum maluco vai submeter um smartphone que custa no Brasil entre R$ 7 mil e R$ 14 mil a esse maltrato absurdo. De qualquer forma, ainda é uma boa referência para saber até onde pode chegar a resistência dos telefones ao passar por essa sessão de tortura.

Como já é uma tradição nesse tipo de teste, os arranhões na tela se tornam visíveis no nível 6, com maior incidência no nível 7. Levando em conta o nível das marcas deixadas nos dois dispositivos, dá para dizer que os novos iPhone 12 aguentam melhor os arranhões que o iPhone 11. Por outro lado, temos que lembrar também que o teste do JerryRigEverything não envolve o teste de quedas, onde alguns usuários detectaram que os novos modelos não estavam a altura em alguns casos.

Os dois modelos também passaram pelo teste da chama acesa na tela. Depois de alguns segundos encarando um maçarico queimando a tela XDR OLED dos dois dispositivos, ambos conseguiram sair do teste sem maiores damos. Por outro lado, o principal desafio que os smartphones precisam passar ainda é o teste de dobra, e no caso dos novos iPhone 12 Mini e iPhone 12 Pro Max, a sólida construção ficou demonstrada, com uma diferença notável em comparação com os modelos do passado, como é o caso do iPhone 7, que se dobrava com muita facilidade.

No final das contas, tanto o iPhone 12 Mini como o iPhone 12 Pro Max passaram pelo teste de tortura com louvor. Você pode conferir o teste e tirar as próprias conclusões. Basta assistir ao vídeo abaixo.

 


Compartilhe