Compartilhe

O Surface Duo está cada vez mais próximo. Tão próximo, que a Microsoft poderia antecipar o seu lançamento já para o próximo verão. Isso mesmo: daqui a menos de seis meses.

O desenvolvimento global do dispositivo estaria muito avançado. Isso, e o orgulho que Satya Nadella demonstrou ao apresentar o produto, resultou em um possível lançamento inicial (com um volume limitado) voltado aos desenvolvedores e entusiastas que esperam por ele há muito tempo.

O Surface Duo vai usar o Android 10, de modo que basta a Microsoft finalizar as personalizações do sistema operacional. Um trabalho que, convenhamos, não vai tomar muito tempo da gigante de Redmond.

 

 

 

Surface Duo com 5G?

 

 

Uma das perguntas não respondidas pela Microsoft e, infelizmente, tudo indica que não. O modelo contará (em princípio, e isso pode mudar até o seu lançamento) com o processador Snapdragon 855, cujo suporte ao 5G é opcional. Se fosse o Snapdragon 865, o lançamento do Duo seria adiado, mas em compensação, era certeza que ele contaria com o 5G.

Logo, se o Surface Duo não vem com 5G, a Microsoft terá que tomar uma decisão ousada: lançar um smartphone 4G no ano zero do 5G. E isso não faz muito sentido. Uma demora no lançamento para não esperar o 5G pode ser um erro grosseiro da gigante de Redmond.

Em relação às demais especificações, tudo indica que o modelo de entrada do Surface Duo contará com 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Podem ser mais que suficientes para qualquer smartphone, mas não para quem quer dar vários usos para uma tela dupla, em um Android personalizado. É de se apostar em mais de uma versão, com maior capacidade para armazenar conteúdos.

 

 

 

A “vingança” de Satya Nadella

 

 

Satya Nadella estava no melhor lugar, mas no pior momento. Ele se tornou CEO da Microsoft para iniciar a transformação da empresa, onde os dispositivos e os serviços seriam os protagonistas. Ballmer fracassou no segmento de dispositivos, correndo riscos ao não acreditar no iPhone em 2007 e adquirir de forma desastrosa a Nokia, falando demais e deixando coisas por dizer no meio do caminho.

Ballmer cedeu o posto para Nadella, que tem uma mentalidade mais alinhada com a nova filosofia da Microsoft. Porém, ele teve que assumir por contra própria o fracasso do Lumia, matando os projetos da empresa no segmento de smartphones. Agora, com o retorno da gigante de Redmond ao mercado mobile, e aproveitando a boa imagem da família Surface, fica evidente que Nadella quer tirar a espinha da Nokia que está presa em sua garganta, fazendo do novo Surface Duo o melhor dispositivo possível e, pelo visto, o mais cedo possível.

 

 

 

O que podemos esperar da Microsoft com o Surface Duo?

 

 

Que esta seja uma empresa que está trabalhando com a menor margem de erro possível. Satya Nadella sabe muito bem que não pode errar nesse projeto do Surface Duo, e precisa entregar um smartphone com tela dupla que não apenas agrade aos usuários, mas que também cale a boca dos críticos e mais céticos.

Por outro lado, eu consigo acreditar nesse Satya Nadella, que transformou uma Microsoft em empresa de serviços sustentável e promissora. Desse modo, as chances do Surface Duo dar certo são consideráveis. Mesmo que para isso a gigante de Redmond resolva sucumbir ao desejo dos usuários e, na apelação, decida lançar o dispositivo na versão com Windows 10X (algo que acho pouco provável, por conta da arquitetura de hardware desse produto).

Vamos esperar até o meio do ano para ver esse novo brinquedo no mercado.

 

 

Via Windows Central


Compartilhe