Se o seu PC não é tão novo, é natural que você pense em uma atualização de hardware. Comprar uma placa gráfica nova pode ser a saída, mas é preciso se certificar que o seu atual processador vai aguentar a nova demanda. E é aqui que você pode ter um bottleneck, ou o ‘efeito gargalo’.

 

O que é o bottleneck ou efeito gargalo?

 

 

O bottleneck é o que acontece quando o computador roda aplicativos pesados no seu computador, mas não extrai o desempenho que teoricamente deveria ser capaz de produzir.

Nos jogos, um sinal desse efeito é quando a sua placa tem pontuações de benchmarks bem abaixo da média do modelo em questão. Como processador e placa gráfica são os principais responsáveis pela performance de um jogo, a culpa aqui seria do processador.

Há formas simples de perceber o bottleneck. Primeiro, monitorize a carga (em porcentagem) do seu processador e placa gráfica durante os jogos. Se a CPU ficar acima de 70%, algo significativamente mais alto que a percentagem da placa gráfica, então é o processador que está atrasando todo o seu computador.

 

O que acontece durante um bottleneck?

 

 

Quando o processador está com sobrecarga, terá várias dificuldades para executar o típico ciclo de um aplicativo ou jogo. Por exemplo, para obter os 60 fps, o processador precisa alcançar uma renderização de gráficos em 1/60 de um segundo ou menos.

Se o processador não consegue fazer isso, vai realizar esse processo menos vezes, e se a placa for capaz de tal renderização mais rápida que os 60 fps, ele vai ficar parado, esperando que a CPU dê a informação necessária para tal execução.

Isso era algo bem comum nos videogames de 8 bits. Muitas coisas acontecendo na tela resulta em um efeito slow-motion no jogo quando ele não consegue realizar o processo natural de exibição de gráficos.

Portanto, fica a dica: se você trocou a placa gráfica do computador para jogar melhor e, ainda assim, o desempenho está em modo meia boca, trocar o processador pode ser a solução dos seus problemas.