Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | O que você NÃO deve publicar nas redes sociais em 2024

O que você NÃO deve publicar nas redes sociais em 2024

Compartilhe

Sei que este tipo de artigo pode parecer algo inútil e até desnecessário, mas não é todo mundo que usa o tal do “senso comum”. Aliás, eu conheço algumas pessoas que nem fazem ideia sobre o que essa expressão significa.

Estamos em pleno 2024, e muitos internautas ignoram algumas regras de conduta na internet, publicando aspectos da sua vida que podem revelar muito mais do que gostariam. Sem falar no fato de que a grande maioria das demais pessoas não querem saber tudo sobre você.

Neste sentido, vou compartilhar o que você NÃO deve compartilhar nas redes sociais em 2024.

 

Suas viagens

Pare de se gabar compartilhando fotos dos locais paradisíacos que você visita, pois dessa forma os criminosos cibernéticos ficam sabendo que você não está em casa para dar golpes.

Não só você pode ser assaltado na cidade que você está visitando como também a sua casa pode ser invadida, já que todo mundo está sabendo que você não está lá.

A regra é a mesma para a casa do AirBNB que você vai ficar.

Vai por mim: ninguém precisa saber onde você está e sequer que você está viajando. É muito melhor para você.

 

Dados dos seus documentos

Evite a todo custo fornecer o número do seu RG, CPF, título de eleitor, carteira de motorista ou qualquer outro dado que é considerado sensível na internet, pois esses dados podem ser utilizados de forma indevida ou criminosa.

Não publique fotos dos seus documentos mais relevantes e não responda a perguntas nas redes sociais que procuram saber mais sobre você. Em algumas plataformas, são dados de identificação em dois passos, e quem pede isso por chat no WhatApp ou e-mail só está querendo obter essas informações para golpes.

 

Deixar um registro de algo ilegal

Você tem que ser muito burro para fazer isso, mas… vamos lá.

Práticas ilegais como a violação de privacidade de terceiros, golpes em forma de vantagens financeiras e outras práticas que resultam em punições pesadas não devem ser compartilhadas abertamente nas redes sociais.

A regra é a mesma se você está com aquela vontade louca de ensinar aquilo que só você sabe fazer (por se considerar o espertão da internet). Você corre o risco de (inclusive) ser preso por isso.

 

Aconselhar outras pessoas

Você pode dar a opinião que quiser na internet. Mas não pode dar conselhos profissionais de assuntos ou temas em áreas que você não domina.

Se você tem o mínimo de responsabilidade na vida e não é um imbecil por completo (ou mesmo pela metade), não vai publicar no Facebook a sua “receita secreta para perder 20 quilos em uma semana”.

Sua experiência na vida não torna você um especialista no assunto.

 

Sorteios e promoções suspeitas

Se você realmente vai participar de um sorteio, rifa ou promoção online, ao menos tenha certeza absoluta de que a ação é confiável e que o item realmente será entregue ao vencedor.

Caso contrário, nem participa da promoção, pois muitas delas são golpes disfarçados. Você provavelmente vai espalhar malwares sem saber ou enganar pessoas que vão reenviar dados confidenciais para criminosos cibernéticos.

 

Seus dados de localização

É a mesma regra das viagens, mas um pouco mais sofisticado

Apps de redes sociais contam com sistemas de geolocalização, e é mais do que recomendado desativar esse item para que ninguém saiba onde você está durante o seu deslocamento ou em uma publicação fora de casa (naquela viagem de férias que já mencionei, por exemplo).

E vale a pena reforçar que você não deve compartilhar o seu endereço físico ou números de telefone em uma rede social.

 

Suas compras

Compartilhar novas compras é uma forma de se expor nas redes sociais. Não só porque você vai despertar a inveja nos seus parentes mais recalcados, mas também porque você atrai os olhares dos criminosos cibernéticos para suas movimentações financeiras.

Você pode mostrar partes de um item para que ele eventualmente seja reconhecível pelos internautas como algo novo, mas evite fazer alarde sobre uma nova compra. As dores de cabeça podem ser muito maiores do que os likes que você vai (ou não) receber.


Compartilhe