O que perde um smartphone Android sem os serviços do Google? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O que perde um smartphone Android sem os serviços do Google? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | O que perde um smartphone Android sem os serviços do Google?

O que perde um smartphone Android sem os serviços do Google?

Compartilhe

O fato da Huawei poder perder a licença do Android não é o único problema que deve acontecer para o fabricante chinês. Por trás desse sistema operacional, existe todo um ecossistema de serviços de APIs que devemos avaliar em conjunto para entender melhor o alcance do fim de suas relações com o Google.

Antes de entrar em detalhes, é importante ter em mente que o Android é, em sua base, um sistema operacional de código aberto e o seu uso é livre. Porém, essa condição é perdida quando ele vem com o framework Google Services, que integra uma série de elementos que são fundamentais na experiência Android que todos nós conhecemos.

E é aqui que os problemas começam, e é onde entra em jogo o peso da “licença” do Google. O que perdemos quando não podemos utilizar esse conjunto de serviços e APIs? Essa é a pergunta essencial, e podemos começar a responder com uma resposta direta e simples: muita coisa.

 

 

O que um smartphone perde sem os serviços do Google?

 

A primeira coisa que vem na cabeça é a Google Play Store, loja de aplicativos que aglutina todo o ecossistema de software do Android. Esse é um dos sacrifícios mais importantes, já que também perdemos todos os serviços associados ao Google. Mas essa é apenas a ponta do iceberg.

O Google Play Services está associado a uma enorme quantidade de tarefas que vão da gestão da localização até a sincronização de dados, contatos e aplicativos, passando pelo controle das notificações emergentes, a otimização e o desempenho dos gráficos nos jogos, as cópias de segurança, a câmera e a reprodução de som do vídeo.

De forma bem simples: eliminando o Google Play Services, você fica com um Android com grandes carências que precisam ser profundamente revistas para que o software funcione bem, já que vão desaparecer uma grande quantidade de APIs básicas que, ao lado da Google Play Store, dão forma ao Android como um todo.


Compartilhe