O que levo na minha mochila geek

Compartilhe

Eu nunca fiz uma lista como essas no blog ou no meu canal do YouTube, e acho que demorei tempo demais para fazer este tipo de post. Afinal de contas, neste momento fica difícil viajar pelos motivos que você bem sabe quais são, e faz algum tempo que não vou fazer a cobertura de um evento de tecnologia.

Mas não posso reclamar. Diante do caos, o TargetHD.net continua funcionando sem maiores problemas, pagando minhas contas e garantindo a pizza sagrada de todo final de semana. Por isso, nunca é tarde para mencionar quais são os itens que vão na minha mochila geek para viagens.

Seja para visitar meus pais na viagem de férias ou para a cobertura de eventos de tecnologia, os itens que levo na mochila geek são mais ou menos os mesmos. E entendo que a lista abaixo pode ser a mesma para muitos usuários de tecnologia.

 

 

 

A mochila

 

 

Sobre a mochila, hoje eu uso uma da Samsonite que eu gosto muito por causa da enorme quantidade de compartimentos. Aliás, eu gosto dos produtos dessa marca, porque sempre oferece uma grande versatilidade nas jornadas diárias e viagens.

Até por isso eu tenho uma bag (para as jornadas diárias) e uma mochila (para as viagens) da Samsonite. Mas se você não pode investir em um produto da marca, escolha sempre uma mochila que ofereça a maior versatilidade possível para abrigar todos os gadgets que você possui. Um lugar bacana onde recomendo a procura por uma mochila é na Imaginarium. Sou cliente regular da loja, a ponto de investir o meu dinheiro em uma luminária em forma de Darth Vader.

Dito isso, vamos aos gadgets que entram na minha mochila de viagem.

 

 

 

Acer Chromebook C733

 

 

Eu simplesmente amo este Chromebook! Ainda vou fazer um review decente sobre ele no TargetHD.net, mas tudo o que posso dizer é que este foi o modelo de computador portátil perfeito para as minhas necessidades. Excelente autonomia de bateria, ótimo desempenho (para o Chrome OS), um teclado perfeito para a digitação e um conjunto muito robusto contra acidentes.

 

 

 

Kindle Paperwhite

 

 

Na última edição do Amazon Prime Day, eu me dei ao direito de investir em um Kindle Paperwhite, e não me arrependo disso. Poder ler livros enquanto espero no aeroporto ou me desloco durante os voos é a forma perfeita para alimentar o cérebro enquanto não posso ser produtivo na frente do computador.

 

 

 

Controle gaming para smartphone

 

 

Estou tentando recuperar meus hábitos com os videogames, e além do investimento no Xbox Series S, também adquiri um controle gaming para smartphones, com funcionamento Bluetooth e bateria de longa duração. É uma alternativa enquanto não me preparo para comprar o Nintendo Switch.

 

 

 

Cabos e carregadores

 

Isso é de lei. Com tantos dispositivos eletrônicos, levar todos os carregadores compatíveis e cabos para diferentes dispositivos é algo fundamental. Sempre procure cobrir todas as possibilidades neste aspecto, pois a última coisa que você quer é comprar um cabo ou carregador no aeroporto, o que é o mesmo que perder o seu rim.

 

 

 

Smartphones

 

 

Hoje, utilizo dois smartphones no dia a dia. Para as tarefas profissionais (contatos com blogueiros, youtubers e podcasters, contatos com assessorias, contatos com coralistas, etc), utilizo o Poco F2 Pro com 256 GB de armazenamento. Um excelente smartphone. E para uso pessoal (família e amigos mais próximos), uso o iPhone 11 de 128 GB. Sim, eu tive coragem de voltar para a Apple.

 

 

 

iPad de Oitava Geração

 

 

E a prova que voltei para a Apple de vez foi com o investimento no iPad de Oitava Geração com 128 GB de armazenamento, com Apple Pencil e capa de couro para abrigar tudo. E estou plenamente convencido que o investimento valeu a pena: esta é a melhor experiência em um tablet que você pode ter, de forma indiscutível.

 

 

 

Baterias externas

 

 

Sempre levo na mochila de viagem pelo menos duas baterias externas para recarregar os smartphones na hora do sufoco. Tenho comigo até hoje a bateria externa de 10.000 mAh que recebi da ASUS em um dos eventos de lançamento da família ZenFone, e pretendo investir em outros módulos de recarga em um futuro próximo.

 

 

 

Carregador por indução

 

 

Uma forma de não levar um cabo na mochila é usar um carregador por indução, principalmente se o seu gadget for um iPhone. No meu caso, como o iPhone 11 é compatível com o sistema de recarga sem fio, eu uso o carregador portátil por indução (que também atua como power bank, permitindo que outros gadgets sejam recarregados) e não conecto o cabo Lightning para recarga do telefone.

 

 

 

Tripé de câmera portátil

 

 

Por fim, como abro a possibilidade em poder gravar vídeos em qualquer lugar e a qualquer momento, sempre deixo na mochila de viagens um tripé de câmera dobrável e portátil, que pode ser facilmente transportado e posicionado para gravações repentinas. Além disso, esse tipo de tripé atua como pau de selfie, o que pode ser bem vindo para alguns perfis de uso.


Compartilhe