Wetten.com Brasil Apostas
Home » Desktop PC » O que é um servidor NAS, e como você pode utilizá-lo

O que é um servidor NAS, e como você pode utilizá-lo

Compartilhe

Em 1 de junho de 2021, o Google Fotos não mais contará com o recurso de cópia de segurança ilimitada de fotos e vídeos, e muitos de nós vamos precisar de outras alternativas. Os servidores NAS são uma dessas boas alternativas, pois permitem a criação de nosso armazenamento na nuvem particular.

Os servidores NAS atuam como um disco rígido externo ou um sistema de armazenamento na nuvem, com a diferença que tudo fica salvo na sua casa ou escritório, e não em um servidor de terceiros que podem mudar as normas de uso a qualquer momento.

O NAS é uma espécie de computador com sistema operacional próprio e com funcionamento ininterrupto. Possui uma RAM, processador e outros componentes de um PC, mas inclui um conjunto de discos rígidos com upgrade simplificado.

Os NAS domésticos são bem simples no seu uso, se conectam via roteador ou por cabo Ethernet e podem ser gerenciados a partir de um computador ou smartphone via app. Cada membro da família pode ter o seu espaço pessoal, e o dispositivo pode ser utilizado como central multimídia, atuando como um serviço de streaming particular, além de permitir utilizar as redes P2P ou criar uma rede virtual privada. Alguns chegam a usá-lo como servidor web para alojar o seu site.

 

 

 

Como escolher o melhor NAS para você?

 

Entre os detalhes que você deve dar atenção na hora de comprar um NAS é para o fato que o hardware não precisa ser muito potente. Até uma Raspberry Pi serve. Alguns modelos podem contar com até 8 GB de RAM para funcionar bem.

O principal aqui é priorizar o número de baias para discos rígidos. Você pode ter até 12 baias em um NAS. Também preste atenção para a capacidade máxima de armazenamento que uma baia pode suportar, pois a compatibilidade aqui é levada a sério.

Mas o aspecto mais importante de um servidor NAS é o sistema RAID utilizado por ele, para evitar perdas de dados por falhas nos discos. O modelo RAIO 0 soma o espaços de todos os discos rígidos conectados, tratando como um único disco e distribuindo de forma equitativa em todos eles, mas sem qualquer proteção.

 

 

Já o RAID 1 duplica os dados de um disco no próximo, ficando com a metade do espaço disponível. E o RAID 5 gera um código que recupera os dados perdidos usando apenas um quarto do espaço distribuído entre todos os discos.

A segurança de software fornecida pelo fabricante também é importante em um NAS. Priorize um sistema de encriptação e outros softwares de proteção de dados.

E isso é tudo o que você precisa saber de mais básico sobre o NAS. Daqui para frente, você pode pesquisar por mais detalhes e pelos produtos disponíveis no mercado. Procure sempre aquele que entrega o que você precisa com a qualidade desejada e o menor preço possível.


Compartilhe