Compartilhe

Em novembro de 2018, recebemos a notícia sobre a criação do Uber Rewards, um programa de fidelidade e recompensas projetado para estimular o uso dessa plataforma de transporte. Agora, a fase de testes acabou, e chegou a hora de começar seu processo gradual de lançamento formal nos Estados Unidos.

Um total de 25 cidades norte-americanas serão as primeiras a provar os benefícios do Uber Rewards. No entanto, é mais provável que o programa acabe se expandindo para outros países.

Nesse post, explicamos as generalidades do programa, explicando as suas regras gerias e mudanças que podem implicar para os usuários atuais.

 

 

Azul, ouro, platina, diamante: os novos níveis do Uber Rewards

 

 

Tal e como acontece com muitos cartões de crédito, o programa de benefícios do Uber é baseado no acúmulo de pontos. Os usuários ganham um ponto por cada dólar gasto no Uber Pool e no Uber Eats. Mas se o cliente usarem serviços mais caros, como o Uber X ou Premium, eles podem ganhar mais pontos por cada dólar gasto.

Os pontos são contabilizados em períodos semestrais. O nível inicial é azul, no entanto, é apenas uma decoração na tabela. omo os benefícios começam a ser habilitados para resgate a partir de 500 pontos, que é quando você chega ao nível Gold, onde você pode obter um bônus de US$ 5 no Uber Cash para gastar dentro da plataforma.

Também é possível cancelar viagens sem cobrança de multa e ter direito a “apoio prioritário” em caso de necessitar uma assistência técnica.

Na verdade, o Uber Rewards começa a ficar bom de verdade quando você alcança o nível Diamante. Aqui, o usuário terá o direito de receber os motoristas com melhor qualificação, além de serviço prioritário ao solicitar uma viagem a partir de um aeroporto, entrega gratuita no Uber Eats e assistência exclusiva, entre outras vantagens.

 

 

O que é delicado nesse caso?

 

 

O ponto de incerteza é o que acontecerá com todos os outros clientes do Uber. Por exemplo, aqueles que usam o Uber apenas para sair dos aeroportos ou usam apenas o Uber Eats. E nada mais.

Para o intervalo de pontos entre cada nível, o programa Uber Rewards exige que os usuários gastem entre US$ 500 e US$ 7.500 por semestre (ou US$ 2.500 se apenas o nível Premium for usado).

Aqueles que não percebem esse grau de investimento estão destinados a pagar a taxa de cancelamento, embora os próprios motoristas possam provocar a cobrança de tal taxa, além da oferta dos motoristas que não são os mais qualificados, não ter assistência técnica no mais alto nível e fazer com que outra linha menos prioritária seja apanhada no aeroporto.

O programa continua fazendo seus ajustes. Logo, pode haver melhorias. Embora seja provável que mais de uma pessoa aceite o programa como um convite para usar outra plataforma.

 

Via TechCrunch


Compartilhe