O que a Apple vai fazer na CES 2020? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O que a Apple vai fazer na CES 2020? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | O que a Apple vai fazer na CES 2020?

O que a Apple vai fazer na CES 2020?

Compartilhe

A maioria dos leitores do TargetHD.net nunca viram a Apple em uma edição da CES. Eu, com 40 anos nas costas, não me lembro da última vez que a gigante de Cupertino participou da feira de tecnologia de Las Vegas. Mesmo porque a empresa mãe do iPhone e iPod optava em se fazer presente na Macworld Expo, hábito que também abandonou nos últimos anos.

Pois bem, a Apple vai voltar para a CES depois de longos 27 anos de ausência da feira de tecnologia mais importante do mundo. Não espere um lançamento de um novo iPhone nesse evento (se bem que tudo é possível nessa vida, inclusive um anúncio de um iPhone de baixo custo, algo que não acredito que vai acontecer), mas tudo indica que a empresa está mais disposta a interagir com o restante da indústria tecnológica, mesmo que seja apenas para fazer presença ou transmitir suas mensagens e visões.

 

 

O que a Apple vai fazer na CES 2020?

 

 

Faz muito tempo que a Apple não participa de feiras globais, organizando os seus próprios eventos para a apresentação de seus novos produtos e serviços, centrando assim as atenções na sua marca e na sua mensagem, além de controlar melhor quando e como realiza os seus lançamentos.

Essa prática ajudou a fazer da Apple uma gigante tecnológica, ditando um pouco o ritmo dos lançamentos dos rivais, além de agregar valor aos seus próprios produtos. Dessa forma, ela não se prendia ao calendário global, o que foi uma vantagem para posicionar os seus produtos de forma mais pontual e eficiente.

A última vez que a Apple participou de forma oficial da CES foi em 1992. Naquele evento, a empresa apresentou pela primeira vez o esquecível PDA Newton. Depois disso, optou por se fazer presente na Macworld Expo, que por muitos anos competiu com a Consumer Electronics Show, pois os dois eventos aconteciam na mesma janela de tempo (primeira quinzena de janeiro de cada ano).

Na CES 2020, veremos a volta oficial da Apple, mas não da forma como muitos desejam ou imaginam. Jane Horvath, diretora de privacidade da Apple, vai participar de uma ‘mesa redonda de privacidade’, em 7 de janeiro de 2020, dentro da agenda oficial do evento.

Se este será um movimento pontual ou uma mudança de estratégia da Apple, só o tempo vai dizer. A decisão em voltar à CES acontece quando toda a indústria de telefonia móvel enfrenta uma desaceleração de vendas de smartphones, a principal fonte de receita da Apple. O mercado tecnológico também está com enormes dificuldades para vender PCs e tablets, sem falar na expansão problemática das redes 5G.

Os intermináveis escândalos de privacidade é outro tema a ser resolvido, e a Apple tem papel protagonista nesse sentido. Tim Cook é um defensor declarado da privacidade dos dados, e elogiou a GPDR europeia, exigindo leis federais similares de proteção à privacidade nos Estados Unidos, além de criticar o que está se transformando a tecnologia moderna.

 

 

A Apple ficou de fora das edições anteriores da CES, mas no ano passado se fez presente de alguma forma em Las Vegas, ao colocar um enorme anúncio em um hotel da cidade, estrategicamente localizado para que os visitantes da feira pudessem apreciá-lo. No painel, havia os dizeres: “o que acontece no seu iPhone permanece no seu iPhone”. Foi inusitado ver uma publicidade da Apple em um evento que tradicionalmente ela fingiu que sequer existia.

E agora, quer estar nesse evento para deixar o seu recado mais claro, para quem quiser ouvir.

 

Via Bloomberg


Compartilhe