O quão resistente é o Samsung Galaxy Z Fold3? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O quão resistente é o Samsung Galaxy Z Fold3? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | O quão resistente é o Samsung Galaxy Z Fold3?

O quão resistente é o Samsung Galaxy Z Fold3?

Compartilhe

Bom sabemos que os smartphones com telas dobráveis ou flexíveis são parte do futuro dos dispositivos móveis, já que permitem que você utilize uma grande tela em um dispositivo que pode ser mais compacto para o transporte. Porém, comparando com os telefones tradicionais, essa tela flexível tem uma durabilidade mais limitada.

E isso acontece porque a área de dobra da tela onde fica a dobradiça da mesma é naturalmente mais frágil que uma tela normal, e esse mecanismo sofre muito com o passar do tempo, por conta do próprio uso cotidiano do dispositivo.

De qualquer forma, a Samsung segue apostando nessa proposta, e melhorou bastante a sua proposta. O Galaxy Z Fold3 é o telefone dobrável mais resistente dos coreanos, e o teste de tortura realizado pelo site Allstate deixa isso bem claro.

 

 

 

O quão resistente é o Galaxy Z Fold3?

Os testes de resistência são sempre muito bem vindos e procurados pelos fãs de tecnologia, pois normalmente eles mostram o quanto o telefone pode aguentar aos eventos que vão além das atividades rotineiras.

É claro que um usuário normal não vai submeter o seu telefone às situações apresentadas nesse tipo de teste e, por conta disso, temos que agradecer que alguém está fazendo isso por nós. Por outro lado, essa é a melhor forma de mensurar se o dispositivo em questão vai durar mais tempo em nossas mãos.

Dito isso, o pessoal do site PhoneBuff compartilhou em vídeo a sua versão do teste de tortura que, na prática, é um teste de queda. O objetivo principal desse teste é conferir qual é a efetiva resistência do Galaxy Z Fold3, e como as telas do telefone podem resistir às quedas que podem acontecer com qualquer telefone a qualquer momento.

Foram realizados diferentes tipos de testes, analisando diferentes alturas para as quedas. A máxima altura verificada para as quedas foi de 1.5 metros, e os resultados mostram que a Samsung fez um ótimo trabalho com o Galaxy Z Fold3 nos aspectos de resistência e durabilidade.

A dobradiça do dispositivo sobreviveu a todos os tipos de quedas sem ter a sua funcionalidade afetava, o que é uma ótima notícia. Afinal de contas, não será qualquer incidente que fará com que o telefone pare de funcionar na sua mais importante funcionalidade.

A tela externa também aguentou as quedas sem ter as suas funcionalidades alteradas, mas o cristal externo sofreu danos logo no primeiro impacto direto com o solo. Tanto o cristal como a carcaça metálica acabaram arranhados e com diversos danos depois das quedas, mas o telefone seguiu funcionando sem maiores problemas.

 

 

 

Conclusão

No final das contas, o Samsung Galaxy Z Fold3 não apenas tem uma tela mais resistente que o seu predecessor, como também entrega uma maior durabilidade geral que o modelo da geração anterior.

Mesmo assim, a tela interna ainda é mais frágil que a tela de um telefone convencional, já que pode ser arranhada com facilidade e o ponto de dobra da tela fatalmente vai se desgastar com o uso e o passar do tempo.

Se você tiver isso em mente e souber lidar com eventuais problemas gerados por esses fatores (e se o dinheiro não é um problema na sua vida), o Galaxy Z Fold3 pode ser um bom investimento.

 


Compartilhe