O PlayStation 4 venceu a batalha da atual geração de consoles, e os números deixam isso bem claro. Tão claro, que há quem diga que o PlayStation 5, que oficialmente não existe (mas todo mundo sabe que já está a caminho), pode ser o seu principal concorrente.

Cinco anos depois dos seu lançamento, o PS4 conseguiu deixar para trás o PS3 no volume de vendas. O console da atual geração está na terceira posição entre os consoles mais vendidos da Sony, com 86 milhões de unidades. Já o PS3 ficou na quarta posição em vendas, com 83 milhões de unidades.

Mesmo sendo uma marca surpreendente (levando em consideração os apenas cinco anos de mercado), o PS4 ainda está bem longe de alcançar a primeira posição entre os consoles mais vendidos da Sony.

A próxima meta do PS4 é superar os números do PlayStation original, que vendeu 102.5 milhões de unidades. O primeiro lugar continua com o PlayStation 2, com 158 milhões de unidades vendidas. Vale lembrar que o PS2 construiu essa margem depois de 12 anos de mercado.

Não resta dúvidas que o PlayStation 4 é um grande sucesso. Porém, é inegável também que os consoles sofrem de alguns problemas que os PCs não precisam conviver. O mais sério deles é a obsolescência de hardware, que pode não ser algo tão conflitante (uma vez que os jogos sempre são pensados no hardware disponível), mas que podem incomodar aos mais exigentes.

O ciclo de vida do PS4 está chegando ao fim, e o PS5 é uma realidade cada vez mais palpável. Por causa disso, o atual console líder de mercado pode ficar no máximo na segunda posição no ranking da Sony entre os consoles mais vendidos.

Parece que o único obstáculo para que o PS4 seja capaz de ser o console mais vendido da história é a possível apresentação do PlayStation 5 nos próximos anos. A popularidade do console de atual geração da Sony acontece muito em função dos seus jogos exclusivos.