Compartilhe

A tecnologia em desenvolvimento para combater a pandemia do coronavírus segue surpreendendo a todos. Os avanços feitos para detectar de forma eficiente esta enfermidade são enormes, e essa evolução pode ser decisiva na hora de detectar de forma precoce os infectados, especialmente os assintomáticos.

Muitas pessoas não apresentam nenhum tipo de sintoma, mas estão infectadas com o coronavírus. Não é isso o que acontece na maioria dos casos, pois quando alguém é afetado pelo COVID-19, os sintomas mais visíveis são febre e tosse nos casos brandos, e moleza no corpo, dores de cabeça e dificuldade para respirar nos casos mais graves.

Mas não é assim para todo mundo.

Por conta da febre, são utilizados equipamentos que medem a temperatura corporal de uma pessoa. Se for detectada a febre, este pode ser um possível caso de coronavírus que deve ser atendido.

 

 

Pois bem, inspirados nessa tecnologia, uma startup está ajudando a identificar os casos positivos de coronavírus entre a população na China. Essa tecnologia desenvolvida responde pelo nome de Rokid Glass 2, e conta com diferentes configurações. Porém, a sua missão é a mesma para todos: detectar pessoas infectadas com a COVID-19.

Este óculos de Realidade Aumentada dobrável conta com uma câmera térmica integrada, que pode oferecer resultados em tempo real sobre a temperatura corporal de outras pessoas. O Rokid Glass 2 possui um chip de processamento de rede neuronal NPU incorporado, e utiliza dois algoritmos de reconhecimento de imagem para obter um desempenho sólido no processamento de dados, registro de imagens e reconhecimento facial.

A velocidade de reconhecimento de rostos com a ajuda da NPU é de apenas 0.6 segundos, e pode reconhecer até 10 rostos ao mesmo tempo, o que satisfaz de forma plena para cobrir as necessidades no campo da segurança.

 

 

O vídeo promocional do produto (que você pode ver no final desse post) mostra como essas lentes funcionam. Porém, com certeza você não verá o produto exatamente igual ao do vídeo. Mesmo assim, é possível ver muito bem a forma em como a sua tecnologia trabalha com o sistema de detecção, entendendo perfeitamente todos os dados necessários, apesar de tudo estar em chinês.

 

 

Um detalhe interessante: as entidades de segurança na China já começaram a utilizar o dispositivo que, ao que parece, são muito eficientes. Seu peso é de 100 gramas.

 

 

 

Via South China Morning Post


Compartilhe