Compartilhe

Nokia 3310

 

Com o lançamento do novo Nokia 3310, muitos reviveram o sentimento que era ter um celular que se caracterizava pela longa autonomia de bateria, a ótima qualidade de sinal, a sua impecável construção e elevada resistência. Porém… é justificada a fama de indestrutível que esse modelo recebe?

Recentemente uma unidade funcional desse telefone passou por um teste de resistência que simulou situações do dia a dia, como quedas e acidentes com líquidos, em cinco níveis de complexidade.

O primeiro teste é o da queda acidental do Nokia 3310 do bolso, quando não guardamos direito o telefone dentro do bolso da calça ou da bermuda. E o máximo que aconteceu com o telefone foi a carcaça se desmontar pelo impacto, não afetando o seu funcionamento, nem mesmo em uma altura de dois metros (simulando uma chamada telefônica). Nesse segundo caso, a bateria foi ejetada do aparelho, e a carcaça ficou com uma pequena marca.

Mas também é só isso. Por enquanto.

O maior grau de queda testado foi fazer o pobre Nokia 3310 sair rolando escada abaixo. Mesmo assim, ele seguiu funcionando (depois de uma reinicialização), onde mais uma vez a carcaça foi desmontada e a bateria foi ejetada.

 

 

Mas… o que acontece se um adulto, em um acesso de fúria, pisar em cima de um Nokia 3310?

Nada muito relevante. A montagem é desmontada (quebrando mesmo), mas o dispositivo não fica danificado. Até a tela segue intacta. O celular continua a funcionar.

Mas tem um bônus nessa brincadeira.

O Nokia 3310 é um celular com mais de 15 anos de vida, e não recebeu qualquer tipo de classificação IP de resistência à água. Logo, molhar esse dispositivo é esperar pelo pior.

O telefone passou por um batismo dentro de uma pia cheia de louça para lavar, onde o teste consistia em lavar a louça com o Nokia 3310 no fundo da pia de inox.

E o celular sobreviveu!

 

 

Bom, diante desses fatos, podemos concluir, de forma incontestável, que o Nokia 3310 é realmente indestrutível. Bom, pelo menos nas situações mais cotidianas e absurdas que uma pessoa pode enfrentar com um telefone móvel.

Resta saber se o novo Nokia 3310, lançado em 2017, consegue sobreviver aos mesmos testes com tamanha competência.

 

Via Xataka


Compartilhe