O legado gigantesco de Larry Tesler, o criador do CTRL + X, CTRL + C e CTRL + V | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O legado gigantesco de Larry Tesler, o criador do CTRL + X, CTRL + C e CTRL + V | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | O legado gigantesco de Larry Tesler, o criador do CTRL + X, CTRL + C e CTRL + V

O legado gigantesco de Larry Tesler, o criador do CTRL + X, CTRL + C e CTRL + V

Compartilhe

Sem ele, os seus trabalhos de faculdade ou tarefas comuns no smartphone seriam muito mais complicadas. Larry Tesler, cientista informático que dedicou parte de sua vida para melhorar a experiência de uso nas interfaces informáticas e criador dos comandos CTRL + X, CTRL + C e CTRL + V (aka cortar, copiar e coalr), faleceu em 16 de fevereiro, aos 74 anos.

Larry se formou na Universidade de Stanford, e trabalhou por muito tempo na investigação sobre a inteligência artificial. Mas é mais lembrado mesmo pelos comandos de cortar, copiar e colar. Entre 1973 e 1980, ele trabalhou na Xerox PARC, onde desenvolveu a primeira interface gráfica informática que funciona com mouse, além do processador de texto Gipsy, ao lado de Tom Mott.

Foi com esse editor de textos que ele introduziu uma função que seria essencial para o futuro da edição informática: os comandos cortar, copiar e colar nos fragmentos de texto.

 

 

Aproximando a informática dos usuários mais leigos

 

 

O impacto da criação de Larry Tesler no mundo da informática é que, com esses comandos, esse universo se tornou mais acessível e mais fácil de entender para os mais leigos. O recurso permitia que os usuários economizassem tempo sem ter que usar comandos complexos para repetir ou mover itens virtualmente.

Em 1980, Tesler fou para a Apple, e trabalhou na empresa por 17 anos, focando seus esforços na popularização das interfaces gráficas nos computadores pessoais da marca. Ele desenvolveu comandos que o sistema operacional realizava como consequência das decisões anteriores do usuário, tentando se valer da previsibilidade para estabelecer uma coerência de ações.

Um exemplo claro desse trabalho está nos processadores de texto: quando abrimos um software para escrever um texto, esperamos que, ao pressionar as teclas, apareçam na folha em branco as palavras. No passado, pressionar as teclas poderia significar o acionamento de ferramentas ou ações específicas do programa, e esses eram comandos que o usuário não esperava.

Com o objetivo de simplificar o software para torná-lo mais acessível para um maior número de pessoas, Larry fundou no final dos anos 90 uma empresa chamada Stagecast Software, que era centrada em tornar acessível a programação e os seus conceitos para as crianças. Desde 2001, ele passou por várias grandes empresas, entre elas Amazon e Yahoo!. Nos últimos anos de sua vida, Tesler atuou como consultor de software para outras empresas.

 

 

Dificilmente vamos conhecer boa parte do legado de Larry Tesler para o mundo da informática, já que esse legado está espalhado de forma quase imperceptível em milhares de funções e pequenos comandos criados por centenas de engenheiros de software em diferentes empresas por onde ele passou. Mas ao menos podemos ter em mente que a influência que ele tem nesse setor da tecnologia é enorme, e que seu nome entra para a história da computação justamente por essa influência discreta e, ao mesmo tempo, presente.

De qualquer forma, a partir de agora, você sempre vai se lembrar de Tesler quando utilizar os comandos cortar, copiar e colar. Características que estão presentes em qualquer sistema operacional moderno. E, de novo: pode colocar o nome de São Tesler na lista de agradecimentos do seu trabalho de faculdade.

 

 

 

Via The Register


Compartilhe