Depois de muitos rumores e vários vazamentos, o Huawei Mate 20 Pro é oficial. Vai desembarcar no mercado daqui a pouco, e os prognósticos sobre o dispositivo são muito positivos. O modelo rende muitos comentários depois de sua apresentação oficial, e há quem diga que estamos diante do melhor (ou um dos melhores) smartphones Android de 2018.

Mas… será que é tudo isso mesmo?

Em teoria, sim. O Huawei Mate 20 Pro é tudo o que você pode pedir ou desejar em um smartphone Android top de linha. Seria uma heresia qualquer pessoa afirmar que não tem um desempenho minimamente satisfatório com um dispositivo com as especificações que esse carrega.

O grande problema desse dispositivo é seu preço. Lá fora, ele custa 1.049 euros, e no Brasil com certeza ele deve custar bem caro. O preço pouco atrativo atrapalha e muito, mas é compreensível. É um smartphone Android premium, que existe nesse mundo para competir com os seus iguais de outros fabricantes, como o Samsung Galaxy Note 9 ou o iPhone XS.

E nem podemos dizer que não estamos recebendo novas tecnologias nesse dispositivo: modo de recarga ultrarrápida, recarga sem fio, recarga sem fio reversível, uma bela tela, uma câmera tripla traseira, novo padrão de armazenamento (NM Card), entre outras características.

Sem falar no elevado desempenho que o produto entrega naturalmente pelo conjunto de suas principais especificações técnicas.

 

 

Em linhas gerais, ele até pode valer o quanto custa, levando em consideração o cenário atual de telefonia móvel. Ele entrega algumas coisas que os seus concorrentes diretos não possuem.

Por outro lado, o preço do produto é proibitivo, e pode parecer muito para quem só quer ter um bom smartphone para atualizar as redes sociais, registrar algumas fotos e navegar pela internet. A maioria das pessoas só usa o telefone para isso, e apenas usuários com interesses muito específicos podem querer um modelo tão completo.

E isso porque eu estou considerando o processador Kirin tão competente quanto o Snapdragon, mas tem algumas pessoas que não concordam comigo nesse aspecto.

Por isso, a pergunta do post não é tão descabida. O Huawei Mate 20 Pro surpreende? Ou não é tudo isso?

Para mim, ele surpreendeu pela quantidade de tecnologias e inovações integradas. Mas é proibitivo porque é caro para os meus padrões.

Quem sabe o comportamento do mercado oferece uma resposta mais precisa nos próximos meses?

Vamos esperar.