Flick

Quando você é uma empresa grande e possui recursos para vários projetos, você pode fazer o que quiser. Incluindo criar uma nova unidade/medida de tempo. E foi isso o que o Facebook fez ao criar o Flick (ou Frame Tick).

Um Flick é o equivalente a 1/705.600.000 de segundo. E este não é um número escolhido por acaso. Um Flick é maior que um nanosegundo, e pode ser dividido de forma exata com os seguintes números: 8, 16, 22.05, 24, 30, 32, 44.1, 48, 50, 60, 90, 100 e 120.

Todos esses números são importantes na edição de áudio e especialmente vídeo, pois representam as diferentes frequências em que as imagens se apresentam. Um filme no cinema é exibido a 24 quadros por segundo, enquanto que os videogames são exibidos a 30 ou 60 fps.

O problema é que todos esses números não podem ser divididos de forma exata. E na hora de trabalhar em um frame acaba sendo um problema.

Um quadro de 24 fps, medido em Flicks, é exatamente 29.400.000. Da mesma forma, 1/60 é 11.760.000, até o framerate de 48 quadros por segundo (de O Hobbit) é representado em 14.700.000 Flicks.

Ou seja, o Flick chega para tentar resolver o problema da representação de tempo inexata, por ser um número inteiro que se encaixa perfeitamente com todas as taxas de frequência de áudio ou vídeo mais tradicionais.

O Flick nasceu dentro do time da Oculus no Facebook, e foi criado por Cristopher Horvatch. Toda a documentação e implementação está disponível no GitHub, publicado sob a licença BSD.

 

Via TechCrunch