TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia O caos nas contas verificadas do Twitter | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | O caos nas contas verificadas do Twitter

O caos nas contas verificadas do Twitter

Compartilhe

O Twitter está batendo cabeça com ele mesmo por causa das mudanças promovidas por Elon Musk. O cenário de caos interno migrou para a vida prática dos usuários, já que o novo dono da rede social decidiu “do nada” implementar a dupla verificação de contas, e isso claramente não deu certo.

Com a nova regra de cobrança para obter contas verificadas como confirmação adicional para as contas que já existem, o sistema não pensou nos critérios para quem poderia comprar essa verificação.

O resultado disso? Pessoas aleatórias compraram a verificação e criaram contas falsas para propagar comunicações inverídicas, o que resultou em um cenário caótico dentro do Twitter.

Mais caótico do que já está.

 

É só pagar para suplantar qualquer conta verificada

Preste atenção na mensagem abaixo:

“Estou oficialmente pedindo uma mudança. Obrigado Lakers por todo o apoio ao longo dos anos. Para coisas maiores e melhores.”

Muitos foram pegos de surpresa com esse “anúncio” de LeBron James, que deu a entender que estava deixando o Los Angeles Lakers. E essa mensagem era falsa. O que fez com que muitos acreditassem em sua legitimidade foi justamente o sinal de conta verificada, que foi adquirido por módicos US$ 8 por um ser humano qualquer.

E se qualquer pessoa pode ter uma conta verificada no Twitter E adicionar qualquer nome de usuário depois dessa certificação, as portas para o phishing na rede social do passarinho azul estão abertas.

Lembrando que era o Twitter quem concedia essa certificação de conta verificada, e apenas para pessoas que comprovadamente eram os legítimos donos dos nomes de usuário ou usernames na rede social, inclusive por uma questão de segurança desses usuários.

Nas últimas horas, várias contas de supostas celebridades apareceram certificadas no Twitter. LeBron James, Donald Trump, Jesus Cristo, a Valve e até o Mario (que Mario? O da Nintendo, é claro…) apareceram com contas certificadas e mensagens polêmicas publicadas na rede social.

Em alguns casos, o tom é claramente irônico e jocoso. Mas no caso da conta falsa de LeBron James e o “anúncio” de saída dos Lakers, o sinal de alerta foi ligado, já que a repercussão foi enorme. E aqui, mais uma vez, a desinformação deu as caras, mostrando que Musk (gostando ou não) terá que implementar políticas para evitar que esse tipo de publicação ganhe corpo e se dissemine junto ao coletivo de forma tão rápida.

 

Uma perseguição de gato e rato

O Twitter já está tomando providências sobre o assunto, e suspendeu algumas contas com certificação falsa (menos a do falso Jesus Cristo, pois aqui claramente estamos diante de uma paródia com fins humorísticos). Os responsáveis pela rede social prometem que a perseguição contra a desinformação será “agressiva”, mas percebemos aqui que isso está se tornando uma autêntica perseguição de gato e rato, onde a rede social está sempre atrás.

E isso acontece em um Twitter onde Elon Musk entendia que o grande problema da rede social era a falta de combate ao spam e aos bots. Para ele, esses dois recursos eram o principal motivo para a disseminação de desinformações na plataforma.

Agora, constatamos que simplesmente pagar para ter uma conta verificada sem qualquer tipo de critério pode resultar em uma rede social onde qualquer um pode ter uma conta verificada e falsa, o que resultou no aumento da desinformação. E não quero acreditar que era justamente isso o que Elon Musk queria.

 

Como descobrir se uma conta no Twitter é verificada de verdade

Existe uma forma bem simples para saber se uma conta no Twitter é realmente verificada, ou seja, contando com o selo fornecido pela própria rede social (no formato antigo) e não através do pagamento pela certificação (no formato novo).

Basta clicar na marca da conta verificada, e uma janela vai informar se essa é uma conta com certificação pela notoriedade, ou se esse usuário é um assinante do Twitter Blue.

O ideal aqui seria o Twitter deixar algum tipo de referência visual de fácil identificação para esses dois tipos de contas. Mas a própria rede social cancelou os planos para realizar essa marcação poucas horas depois que a iniciativa ficou disponível para os usuários.

Em resumo: o Twitter está uma bagunça completa, o que é mais ou menos o esperado. E tudo isso vem da mente de Elon Musk. E, de novo: eu não acho que a Síndrome de Asperger vale como justificativa razoável neste caso.


Compartilhe