Compartilhe

Com o cenário atual totalmente alterado graças aos serviços de streaming, o cenário de TV por assinatura sente os impactos dessas mudanças. O número de assinantes é cada vez menor, e mudanças sobre como o serviço será oferecido ao assinante são estuadas pelas operadoras. Lá fora, a mudança já começou: a Verizon começou a oferecer planos onde o cliente escolhe os seus canais favoritos. No Brasil, essa alternativa deve demorar a chegar.

Mesmo assim, algumas operadoras já entenderam que é preciso se adaptar aos novos tempos. A SKY TV, por exemplo, oferece o SKY Play, plataforma online para o consumo de conteúdo dos seus canais, atendendo assim uma necessidade de presente dos assinantes. É sempre melhor oferecer alternativas do que prender o usuário a uma única opção.

De qualquer forma, é importante para as operadoras e produtoras de conteúdo identificarem quais são os canais mais consumidos pelos assinantes brasileiros em 2019.

 

 

Os canais mais assistidos na TV paga brasileira em 2019

A Globosat fechou 2019 com quatro canais na lista dos mais assistidos da TV por assinatura brasileira (SporTV, Viva, Multishow e Megapix). De um modo geral, a audiência da TV paga no Brasil está caindo, mas comparando com os números de 2018, os canais desse grupo cresceram, com o SporTV como líder de audiência, com suas transmissões esportivas. O Discovery Kids é o único canal da TV paga que não pertence à Globosat que está no Top 5 dos mais assistidos em 2019.

Ver o SporTV como líder de mercado levanta uma interessante pregunta: o esporte pode ser a salvação da TV por assinatura?

Talvez. Assim como pode representar o contrário: o DAZN chegou como alternativa para transmissão esportiva online, e alguns serviços independentes já oferecem os pacotes de canais esportivos por streaming com preços muito menores que os pacotes da TV paga tradicional.

Por outro lado, os programas de variedades, talk-shows e outros segmentos de projetos televisivos também garantem a liderança da Globosat. Muitos dos conteúdos exibidos pelo Viva (por exemplo), como as novelas clássicas não são encontrados com facilidade na internet. Ou seja, os nostálgicos acabam “presos” ao canal ou às plataformas digitais da própria Globosat.

Por outro lado, transmissões esportivas exclusivas ainda contam com um enorme poder de retenção de assinantes para a TV por assinatura. Para muitas pessoas, os canais de esportes são aqueles que ainda justificam manter o serviço em casa. Caso contrário, já teriam abandonado o serviço.

A Globosat está fazendo o seu papel, e com louvor. No Top of Mind 2019, SporTV e Rede Telecine foram os canais mais lembrados pelos assinantes de TV paga consultados. Sem falar que a programadora diversificou as suas opções de canais e conteúdos segmentados, o que reforça a presença da operadora como a preferida do grande público.

É um momento de mudança na forma em como as pessoas estão consumindo os conteúdos de entretenimento, e todos precisam se adaptar a esse novo tempo. Como um viciado em tecnologia, eu defendo a marcha da evolução e a inovação tecnológica. Logo, vou defender os novos formatos que estão aparecendo, e que facilitam a vida do usuário.

Enquanto isso, operadoras e produtoras de conteúdo seguem se adaptando ao novo cenário, oferecendo alternativas para manter os assinantes nos formatos tradicionais.

 

 

Via Observatório da Televisão, Minha Operadora


Compartilhe