Compartilhe

Pelo visto, não era tão difícil mesmo corrigir o que estava errado. Temos um novo trailer para Sonic the Hedgehog, filme que tem estreia prevista para fevereiro de 2020… com um novo Sonic.

O longa dirigido por Jeff Fowler e que conta com o nome de Jim Carrey para dar vida ao vilão Dr. Robotnik, teve o primeiro trailer duramente criticado pelos traços do porco espinho azul, que estava humanizado. Agora, a nova versão do protagonista se aproxima dos traços do original (mas sem ter a aparência oficial, seja do Sonic mais rechunchudo do Mega Drive, seja do Sonic estilizado do Dreamcast em Sonic Generations), mas conservando um pouco do realismo do primeiro trailer.

O novo vídeo tem muito mais ação, maior presença de Jim Carrey e uma olhada no mundo original de Sonic, rendendo homenagem aos videogames clássicos, com loopings e vegetação semi-alienígena.

 

 

Ainda é polêmico

O novo trailer de Sonic the Hedgehog chega depois do festival de críticas à aparência do Sonic presente nos primeiros trailers, liberados em abril de 2019. O físico de Sonic muito realista não agradou aos fãs, que gostariam de ver traços mais alinhados com a origem do personagem, ou pelo menos mais próximo dos desenhos animados.

A Paramount não teve outra alternativa aqui que não fosse adiar a data de estreia do filme para 14 de fevereiro de 2020, para assim poder ajustar a aparência de Sonic. Pode não parecer, mas modificar aquilo que está ruim é uma tarefa que demanda tempo.

Por outro lado, estava bem fácil fazer o certo desde o começo. Um fã de Sonic realizou uma aproximação de como deveria ser o desenho do personagem para que o mesmo permanecesse fiel aos videogames e desenhos animados originais.

 

 

O resultado? Algo simplesmente espetacular. Porém, era apenas um trailer: a tarefa de modificar um personagem atendendo às interpretações já filmadas de um monte de atores que estavam interagindo com uma criatura que não existia fisicamente não é uma das tarefas mais fáceis.

Em três meses, vamos descobrir os resultados finais. Mas, com o o que você vê nesse trailer, já dá para dizer que realmente conseguiram corrigir o erro?

 


Compartilhe