Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Análises e Reviews | Novo TIM Beta (2020), com Lab+: vale a pena?

Novo TIM Beta (2020), com Lab+: vale a pena?

Compartilhe

Finalmente!

A TIM decidiu atualizar de vez o TIM Beta. Ou melhor, apresentar um novo TIM Beta, com uma proposta mais alinhada com o que é oferecido pelas demais operadoras. O plano era alvo de críticas dos usuários por ficar muito para trás em relação aos seus concorrentes, o que estava resultando em uma eventual migração para outras operadoras.

A partir de hoje, 16 de dezembro de 2020, o novo TIM Beta se faz presente para atuais clientes do plano (que não serão migrados automaticamente) e para novos usuários, que podem se tornar elegíveis ao serviço.

Mas… será que o novo TIM Beta vale a pena? O quanto ele melhorou? Será que a TIM aprendeu com os erros?

Vamos tentar responder a essas perguntas neste post.

 

 

 

Mudanças nas franquias

 

 

O novo TIM Beta apresenta mudanças importantes no que se refere às franquias disponíveis, e isso pode impactar de forma direta na relação dos usuários com o plano de telefonia e internet.

Foram extintos os planos de recarga diária e semanal, permanecendo apenas o formato mensal de R$ 60. Muito provavelmente porque esse é o mais rentável para a TIM, além de aumentar a fidelidade desse usuário com a operadora e o plano.

Dessa forma, a categoria Basic foi extinta, e todo mundo que entra no TIM Beta já entra como Beta, com a possibilidade de se tornar um usuário Lab e a nova categoria criada nessa proposta, a Lab+. Isso é possível se o usuário cumprir com os desafios de gamificação e redes sociais que sempre fizeram parte do TIM Beta.

Outras novidades do novo TIM Beta são a franquia de dados dedicados para aplicativos como Instagram, TikTok, Netflix e YouTube (dependendo da categoria que o usuário está) e o bônus da madrugada, que é generoso.

Com certeza a TIM entende que boa parte dos usuários do TIM Beta utilizam o plano de internet com maior intensidade durante a madrugada, e isso explica essa oferta que também se tornou comum em outras operadoras.

E o TIM Beta finalmente chegou ao ano de 2020, e agora conta com chamadas ilimitadas para qualquer operadora. Não que as pessoas vão voltar a ligar mais pela linha tradicional, mas limitar as chamadas não era algo tão atraente assim. As operadoras não ganham dinheiro com chamadas telefônicas nos dias de hoje, e isso é fato consumado.

 

 

 

Os valores das categorias do novo TIM Beta

 

CategoriaFranquia de internetFranquia de appsBônus da madrugada
Beta10 GB4 GB30 GB
Lab20 GB6 GB60 GB
Lab+20 GB8 GBIlimitado

 

 

 

Os benefícios do novo TIM Beta

 

 

O novo TIM Beta mantém o uso do WhatsApp sem desconto da franquia, e continua a oferecer alguns aplicativos de conteúdo como Babbel, Skeelo e TIM Banca Virtual. Por outro lado, o TIM Music by Deezer ficou de fora.

A TIM afirma que está procurando uma maneira para reintegrá-lo ao plano Beta, mas enquanto isso não acontece, apenas os usuários do TIM Black vão receber o benefício de contar com o serviço de streaming de música integrados na franquia.

O bônus de 4 GB de internet para os clientes do C6 Bank continua.

 

 

 

As mudanças para ser (ou permanecer) Beta

 

 

Aqui estão as principais mudanças do novo TIM Beta.

A TIM não revela detalhes específicos sobre a gamificação do plano, mas confirma que o ciclo de três meses está mantido, e que passa a valer a partir da adesão do plano, sem fazer o usuário esperar uma nova rodada em coletivo.

Cada categoria terá desafios específicos, e sempre estarão relacionados com interações com redes sociais e ações de mídia da TIM. As recargas precisam ser feitas em dia para não perder o status dos planos Lab e Lab+. Quem não fizer a recarga em três meses consecutivos vai receber um downgrade automático para o TIM Pré Top.

Os clientes atuais do TIM Beta não terão migração automática para o novo TIM Beta, e terão que atualizar o aplicativo disponível na App Store e Google Play a partir de hoje, 16 de dezembro. Caso contrário, ficará no plano antigo, sem todos os benefícios apresentados e sem a chance de migração para o Beta Lab.

O que não mudou é a forma de se tornar um TIM Beta: você precisa receber um convite de um usuário Lab ou Lab+, um convite da própria TIM (algo que eventualmente acontece) ou cumprir o desafio de adesão da operadora, onde você deve adquirir uma linha TIM Pré Top, se cadastrar no aplicativo do TIM Beta e efetuar recargas de R$ 30 ou mais durante quatro meses.

 

 

 

E a reação dos usuários?

 

 

Toda mudança resulta em polêmica e discussão, mesmo que seja em porções mínimas. E o TIM Beta não iria escapar do julgamento dos seus usuários.

Algumas pessoas reclamam (e muito) da saída do Deezer do plano e da mudança para recargas mensais obrigatórias. Pelo visto, a flexibilidade oferecida pelos planos diários e semanais eram pontos muito apreciados pelos usuários mais jovens que, como todo mundo sabe, não contam com tanta grana assim.

Vale lembrar que o novo TIM Beta foi anunciado depois do leilão da Oi, ou seja, aproveitou o momento onde a concorrência entre as operadoras de telefonia móvel será menor no futuro.

 

https://twitter.com/JeffersonFroes/status/1338946636349845504?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1338946636349845504%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.minhaoperadora.com.br%2F2020%2F12%2Faclamado-ou-cancelado-clientes-reagem-ao-novo-tim-beta.html

 

 

 

Novo TIM Beta: vale a pena?

 

 

Tudo vai depender do seu perfil de uso.

Compreendo que a maioria dos usuários do TIM Beta é composta pelos usuários mais jovens, que não contam com tanta grana no bolso, e buscavam nesse plano uma melhor relação custo-benefício. E entendo que o plano tem que ser pensado muito mais nesse público do que para mim, que ainda tem condições de pagar a mais por planos mais completos.

Dito isso, retirar os planos de recarga diário e semanal é um erro quase grosseiro. Era a única forma para muitos desses usuários manter os seus planos ativos. De quebra, remover o Deezer de uma geração que consome música o tempo todo é mais um tiro no pé da TIM.

Aliás, eu venho afirmando a algum tempo que o sonho da TIM é acabar com os planos pré-pago, deixando os seus clientes apenas com as opções de pós-pago e controle. Não será novidade se acontecer um êxodo de usuários do TIM Beta e, com isso, o plano chegar ao fim de vez.

Para mim, o novo TIM Beta também apresenta melhoras interessantes, como a franquia de internet durante a madrugada e chamadas ilimitadas. Mas até eu reconheço que só os usuários mais velhos realizam ligações telefônicas pela linha móvel todos os dias (eu sou um deles), pois a imensa maioria usa outras formas de comunicação.

A TIM precisa rever a sua relação com o TIM Beta para que o plano converse melhor com o seu público alvo. Caso contrário, teremos um esvaziamento completo do serviço. As alternativas com outras operadoras são tão ou mais atraentes que essa, oferecendo uma flexibilidade nos planos e formas de pagamento que o novo plano perdeu.

A não ser que a TIM queira o fim do TIM Beta e a gente não sabe. Ou finge não saber, pois a operadora deu sinais claros desse desejo.

 

 

Via Minha Operadora, Tecnoblog, TIM Beta


Compartilhe