Cientistas russos desenvolveram um teste que pode ser revolucionário na detecção do câncer de próstata.

Tradicionalmente, o toque retal é o mais eficiente me´todo para detectar o câncer de próstata, que por sua vez é uma glândula que fica abaixo da bexiga.

Outro método é um exame de sangue para o antígeno prostático específico (PSA), que pode levar a exames de imagem por ressonância magnética ou biópsia.

O novo método russo se baseia em teste imuno-cromatográfico, que permite a detecção visual do PSA no soro sanguíneo. Para realizar o teste, basta introduzir o extremo de uma tira com uma amostra de sangue do paciente em uma solução que estuda o soro sanguíneo. Se a mostra contém o PSA, os anticorpos reagem pelas nanopartículas de ouro especial. O resultado é revelado através de linhas transversais.

O teste entrega os resultados em apenas dez minutos, e vão ajudar a diagnosticar a doença de forma oportuna, dispensando exames mais complexos.

 

Via Sputnik