Nos EUA, poucos se importam com os conectores para fones de ouvido no smartphone | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Nos EUA, poucos se importam com os conectores para fones de ouvido no smartphone | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Nos EUA, poucos se importam com os conectores para fones de ouvido no smartphone

Nos EUA, poucos se importam com os conectores para fones de ouvido no smartphone

Compartilhe

Uma quebra de paradigma.

Uma recente pesquisa realizada nos Estados Unidos pela operadora virtual Ting revelou dados surpreendentes sobre quais opções preferem os usuários na hora de comprar smartphones. E entre todas as características que os usuários contaram como “essenciais” na hora de escolher um determinado modelo, o tão amado e glorificado conector para fones de ouvido de 3.5 mm não estava entre os mais mencionados.

De acordo com os dados coletados pela chamativa pesquisa, entre os 3.640 entrevistados, apenas 1% se prende a este detalhe na hora de escolher um novo telefone. E isso chama a atenção. Muita atenção.

 

 

O que os usuários priorizam na hora de escolher um smartphone?

 

 

A pesquisa pedia para os usuários indicarem a primeira, a segunda e a terceira opção na hora de escolher um smartphone, o produto tecnológico que é um dos mais consumidos na atualidade.

As opções mais votadas pelos entrevistados (fora da ordem de importância) foram as seguintes: preço, tela, câmera, bateria, armazenamento, especificações, sistema operacional e, como última opção, a presença do conector para fones de ouvido.

Ou seja, uma porcentagem muito menor para um item que é tão mencionado por um grupo significativo de usuários. Porém, o valor do telefone, a qualidade da tela, a potência e a versatilidade da câmera são itens mais importantes.

Em ordem numérica, o ranking de preferência entre os entrevistados na pesquisa são:

1) Preço (35%)
2) Sistema Operacional (30%)
3) Especificações (14%)
4) Tela (5%)
5) Bateria (4%)

 

 

Ou seja, é mais que notório que o usuário norte-americano médio tem prioridades muito marcadas na hora de escolher um determinado smartphone.

Por outro lado, outro resultado que mais chamou a atenção dos especialistas que organizaram o estudo foi o fato das pessoas nos Estados Unidos planejarem ficar com os seus smartphones por pelo menos três anos, chegando até a cinco longo anos, muito longe do ciclo habitual recomendado pelos especialistas em tecnologia, que afirmam que o ciclo ideal de troca de telefone gira em torno de dois anos de uso.

 

Via FayerWayer


Compartilhe