A HMD Global anunciou oficialmente o Nokia 7.1 Plus, com Android 8.1 Oreo. O dispositivo já pode ser reservado na China, e é ainda mais barato do que muitos estavam estimando.

O Nokia 7.1 Plus conta com uma tela IPS LCD de 6.18 polegadas (FullHD+) com brilho de 500 nits e contraste de 1.500:1, cobrindo 96% da gama de cores. É uma tela com suporte para conteúdos DCI-P3, SDR e HDR. Ou seja, perfeito para o consumo de conteúdos multimídia.

 

 

O modelo conta com o processador Qualcomm Snapdragon 710, trabalhando com 4 GB ou 6 GB de RAM, e 64 GB ou 128 GB de armazenamento. O Android 9 Pie já está prometido para muito breve, e em outros mercados a HMD Global deve optar pelo Android One.

Nas câmeras, o Nokia 7.1 Plus conta com um sensor duplo traseiro de 12 MP + 13 MP (sensor principal é um Sony IMX363, com abertura f/1.8), com sistema de estabilização ótica e eletrônica de imagem (OIS e EIS). O selo de aprovação Carl Zeiss é um dos pontos mais promissores desse smartphone nos aspectos fotográficos. A câmera frontal de 20 MP está inserida no notch do dispositivo.

 

 

É um novo smartphone de linha média com o sistema operacional Android construído em vidro e metal. Sua bateria possui uma capacidade de 3.500 mAh com modo de recarga rápida.

O Nokia 7.1 Plus tem preços sugeridos que flutuam entre os 212 e 312 euros, dentro das suas diferentes versões na China. Não há uma previsão de lançamento desse modelo para o Brasil, mas esperamos que ou ele desembarque por aqui, ou que ele comece a chegar nos sites especializados em vendas internacionais.

 

 

É mais um modelo atraente, que aposta na boa relação custo/benefício em função da presença do Snapdragon 710, das variantes de configurações e da presença das câmeras com lentes Carl Zeiss. É um conjunto bem atraente para quem busca um equilíbrio nesse investimento. Seria muito bem recebido no Brasil.