A HMD Global apresentou oficialmente o Nokia 3.1 Plus, mais um dispositivo com Android One. O modelo é destinado aos mercados emergentes, como é o caso da Índia, país onde ele foi apresentado.

O modelo começa a chegar ao mercado em 19 de outubro, e tem preço sugerido de US$ 155 (convertidos). E há motivos para acreditar que o smartphone com tela de 6 polegadas desembarque em nosso mercado em algum momento no futuro.

É um modelo com o famigerado notch na tela e bordas bem reduzidas, em um design elegante. Sua tela 18:9 tem resolução HD+ (1440 x 720 pixels), com uma aparência geral relativamente simétrica.

 

 

O Nokia 3.1 Plus conta com um processador MediaTek Helio P22, bem mais poderoso que o modelo Standard, e um considerável aumento de bateria, para 3.500 mAh, o que pode indicar um funcionamento de até dois dias de uso moderado.

Na parte traseira, temos uma câmera dupla de 13 MP + 5 MP, com detecção de fase automática e efeito bokeh. Na parte frontal, encontramos um sensor de 8 MP para selfies em grupo com uma lente grande angular.

O Android Oreo One garante as mais rápidas atualizações do Android para o Nokia 3.1 Plus, um compromisso que a HMD Global abraçou e que pode fazer toda a diferença na sua escalada no mercado mobile. O modelo já tem o Android Pie garantido para chegar em breve.

 

 

O dispositivo está disponível em versões com 2 GB RAM + 16 GB e 3 GB RAM + 32 GB (ambos expansíveis via microSD). Também preserva o conector de 3.5 mm para fones de ouvido e o leitor de digitais na parte traseira. Porém, nada de USB Type-C aqui, e temos que nos contentar com a porta microUSB.

De qualquer forma, o Nokia 3.1 Plus se apresenta como uma interessante alternativa de smartphone de entrada, com uma combinação de hardware bem generosa para um dispositivo com o Android One.

Repetindo: o seu preço sugerido é de US$ 155.