Neuralink é um mar de promessas de Elon Musk | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Neuralink é um mar de promessas de Elon Musk | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Opinião | Neuralink é um mar de promessas de Elon Musk

Neuralink é um mar de promessas de Elon Musk

Compartilhe

Elon Musk quis apresentar algo icônico e estimulante para o mundo, que é materialmente impossível par aos dias de hoje, mas que, no futuro, ele poderia fazer. E ele joga para o futuro justamente para ganhar tempo para realizar (ou não) o feito. É o que ele está fazendo com o projeto Neuralink, que é um mix de coisas velhas e inovações pontuais.

 

 

 

Neuralink está explorando muita coisa

 

 

A imensa maioria das coisas apresentadas para o Neuralink não são novidades. O que mais chamou a atnção das pessoas (ler as atividades de neurônios específicos, decodificar mensagens simples, usar sistemas sem fio ou estimular grupos de neurônios para o prazer) já existem em laboratórios de neurociência de todo o mundo.

Vários sistemas rudimentares disponíveis em faculdades dos primeiros anos de psicologia ou biologia já fazem isso com animais de laboratório. E nos humanos, já é possível introduzir a informação acústica do entorno no cérebro e até reproduzir a música diretamente da internet.

Isso não quer dizer que Musk não apresentou algo de interessante. Os avanços do seu sistema de eletrodos e no sistema de integração são eficientes, onde a tecnologia sem fio que transmite grandes quantidades de informação em tempo real mostra um uso muito criativo de tecnologias aplicadas, sem falar na possibilidade de recarregar dispositivos em indução (que vai dentro do couro cabeludo) é algo realmente empolgante.

Porém, ao mesmo tempo, decepcionante.

É um paradoxo próprio do Neuralink, empresa que tem uma curiosa capacidade para reunir e organizar tudo o que já foi feito em um campo para funcionar de forma chamativa. Porém, oferece pouco mais de promessas pouco específicas, onde as maiores inovações nesse caso são de design.

 

 

 

Passos interessantes para um longo caminho a percorrer

 

 

A habilidade de empacotamento de tecnologias da Neuralink é formidável. Do mais, tem muito bla bla bla de Musk, que falou de depressão, insônia e várias outras doenças neuropsicológicas. Falou também em curar a cegueira, a surdez e a paralisia, mas sem apresentar qualquer tipo de prova, dado ou estudo que mostre que ele realmente pode fazer isso no futuro.

No final das contas, eles contam com permissão da FDA para começar a testar essa tecnologia em humanos, mas sem entrar em detalhes. Musk não revelou datas ou calendários fechados, datas claras para realizar os testes, nem o que vão fazer. Nesse contexto, o evento, que era para atrair olhares, cumpriu o deu papel para não revelar nada sobre como tudo vai acontecer.

Por outro lado, um evento que se promoveu para apresentar pela primeira vez um dispositivo Neuralink em ação não poderia ir além de uma campanha de recursos humanos. O evento aconteceu para centrar a atenção de todos para uma meta distante, para assim conseguir o apoio que precisa para completar o longo caminho a percorrer.

Pelo o que sabemos até agora, o Neuralink está a anos luz de cumprir qualquer uma de suas promessas mais interessantes, e nem parece ter solucionado de forma satisfatória os problemas considerados mais essenciais, como a manutenção dos equipamentos dentro do cérebro.

A boa notícia disso tudo é que essa tecnologia está avançando e, ainda que seja difícil ter uma estimativa exata, ao que parece, o Neuralink está avançando de forma disciplinada. E isso acontece apesar de todos os problemas que podem aparecer derivados do projeto.

E isso não deixa de ser uma boa notícia.

 


Compartilhe