Compartilhe

A Netflix começou a reagir contra a batalha do streaming que se aproxima, para não perder o seu fluxo de novos assinantes. E faz isso com uma medida que muitos consideravam como impossível de acontecer: oferecer episódios com visualização gratuita e sem a necessidade de registro no serviço.

A plataforma está permitindo que qualquer pessoa possa assistir ao primeiro episódio de sua nova série original, Bard of Blood (no Brasil, Soneto de Sangue), independente do usuário ser assinante ou não.

A própria Netflix explica a decisão pela gratuidade do episódio em comunicado:

 

“Na Netflix, testamos maneiras diferentes de aproximar as pessoas das nossas grandes histórias. Acreditamos que muitas pessoas vão achar a emocionante história do espião Kabir Anand muito atraente e estamos animados por entregar o primeiro episódio da série disponível para todos por um tempo limitado.

No futuro, consideraremos se o faremos para outros filmes e séries.”

 

 

Esta é a declaração oficial da Netflix sobre a decisão de oferecer um episódio gratuito para qualquer pessoa, e nesse momento este é apenas um experimento limitado apenas à série Bard of Blood, em uma ação regional e de forma muito controlada. Logo, não é um indício claro que o serviço de streaming vai institucionalizar o movimento.

De qualquer forma, ainda é uma quebra de paradigma para a Netflix, e um sinal claro que a plataforma está repensando a vida diante da concorrência que se aproxima.

 

 

Netflix pode mudar a forma que o assinante assiste as suas séries originais

Outra mudança que a Netflix está adotando para tentar reter usuários (e que pode não agradar a todos) é lançar as séries no formato de episódios semanais, eliminando o modelo de lançamento completo e estimulando as maratonas.

A decisão basicamente repete o movimento do Disney+, que já confirmou que vai oferecer os episódios de sua série no formato semanal, pensando no bem estar dos usuários para eliminar a pressão e obrigatoriedade em ver todos os episódios de uma temporada em um único final de semana.

Algo inimaginável para uma Netflix que, em um passado não muito recente, se orgulhava por promover uma mudança de comportamento dos usuários no consumo de conteúdo.

Mas… o que não é ter uma concorrência mais potente se aproximando, não é mesmo?

 

Via ET Tech


Compartilhe