Netflix perdeu US$ 4 bilhões com o anúncio do Disney+, mas não está preocupada | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Netflix perdeu US$ 4 bilhões com o anúncio do Disney+, mas não está preocupada | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Netflix perdeu US$ 4 bilhões com o anúncio do Disney+, mas não está preocupada

Netflix perdeu US$ 4 bilhões com o anúncio do Disney+, mas não está preocupada

Compartilhe

É preciso admirar a forma de algumas empresas em enxergar a concorrência. Veja a Netflix, por exemplo. Os lançamentos do Apple TV+ e especialmente do Disney+ poderiam significar noites de insônia para Ted Sarandos e investidores da principal plataforma de streaming. E, levando em conta que o serviço da Disney nem estreou e já gerou prejuízos para a Netflix, é de se perder o sono mesmo.

Por outro lado, a própria Netflix parece não demonstrar preocupação com isso. Ou estamos diante de um caso flagrante de excesso de confiança, ou Sarandos está blefando muito (e se borrando de medo).

O simples anúncio do Disney+ fez a Netflix perder US$ 4 bilhões em valor de mercado. Qualquer empresa ficaria maluca ao perder essa montanha de dinheiro. Ainda mais no caso da Netflix, que ainda não dá lucros (está acumulando empréstimo atrás de empréstimo, onde os investidores apostam no planejamento a longo prazo, algo que até agora vem funcionando).

Mas essas perdas parecem não incomodar o serviço de streaming líder do mercado, que cresceu mais de 22% em um ano. Na verdade, para a Netflix, quem realmente vai sair ganhando com as novas plataformas são os produtores de conteúdo, e especialmente os consumidores, que contam com um leque cada vez maior de opções.

Para a Netflix, as novas plataformas não vão afetar no crescimento da sua plataforma, pois entende que os conteúdos exclusivos manterão o interesse do usuário na sua plataforma (ou nas demais que virão), lembrando que a procura por séries e filmes é grande nesse momento, mas que a sua empresa só atende uma parte dessa procura.

Pode ser uma visão otimista demais da Netflix, mas é fato que muita gente na empresa ficou preocupada com o poderio da Apple e da Disney em suas plataformas (mais da Disney, para ser mais específico). E ainda fica a dúvida se o usuário médio terá dinheiro o suficiente para pagar a todas as plataformas, caso queira assistir a tudo.

 


Compartilhe