A reação ao trailer de Sonic – O Filme lançado nessa semana foi exatamente aquela que todos esperavam: milhares de fãs do personagem do jogo da SEGA choraram nas redes sociais. E choraram lágrimas de sangue de tanto ódio, graças ao tratamento que a Paramount Pictures deu para o personagem.

Indo direto ao ponto: esse Sonic que apresentaram ao mundo possui diferenças diametrais com o personagem original, a ponto de ter olhos redondos, topologia muito humana e proporções estranhas. Traduzindo para a linguagem humana: esse design do personagem pensado para o filme é um desastre.

Para corrigir o problema, o artista Edward Pun (conhecido por trabalhar em Sucker Punch, no desenvolvimento de Infamous e Ghost of Tsushima) fez a sua própria versão do Sonic, e a adaptou a uma das cenas do filme. E o resultado é infinitamente melhor que o original.

 

 

Dá pra consertar o Sonic em poucos minutos

 

 

É claro que a foto viralizou rapidamente, com várias pessoas comentando sobre a melhor qualidade, inclusive pedindo para a Paramount contratar o artista como consultor de design.

Não é a primeira vez que a Paramount Pictures ferra com os elementos gráficos nos seus filmes: a produtora tem um estilo muito estranho na hora de levar personagens animados ao mundo real.

Por exemplo, Monster Trucks.

Um filme onde um grupo de extraterrestres com tentáculos altamente caricaturados, se apodera das caminhonetes. Eu nem preciso dizer que o filme foi o fracasso, arrecadando a metade do seu orçamento.

 

 

Outro exemplo (um pouco mais vergonhoso) é o live action de Bob Esponja, que colocou os personagens da série fora da água e no mundo real, com críticas diversas sobre a qualidade de sua animação.

Um caso especial é o de Sherlock Gnomes, filme que não é um live action mas que resume essa desconexão entre design e animação que se transformou no selo da Paramount: personagens cuja tecnologia é diferente do seu design, e por serem animados de uma determinada forma parecem estranhos e até desformes.

A Paramount, a SEGA e o diretor do filme já responderam aos protestos dos fãs, se comprometendo a mudar o design do personagem antes da estreia do filme, que está inicialmente prevista para novembro (se bem que já deveriam ter adiado essa data).