Compartilhe

A febre dos fones True Wireless Stereo continua, oferecendo para os usuários uma maior liberdade nas atividades do dia a dia. E a Motorola ampliou o seu catálogo de fones Bluetooth, com o Motorola VerveBuds 800, que entrega um som estéreo e é perfeito para o uso com o smartphone ou computador.

 

 

 

Motorola VerveBuds 800: principais características

 

 

O novo fone Motorola VerveBuds 800 se destaca por um design atraente e estilizado, combinando com looks casuais, esportivos e profissionais. Possui proteção IPX4 contra água e suor, o que permitia o seu uso embaixo de chuva ou durante as atividades esportivas sem maiores problemas.

Os novos fones True Wireless Bluetooth da Motorola contam com controles sensíveis ao toque para diferentes ações, como mudar a faixa de música ou atender uma chamada. O dispositivo é compatível com o Alexa, Google Assistente e Siri, permitindo assim os comandos por voz.

Seu microfone dual contam com cancelamento de ruído durante as chamadas, e o seu aplicativo dedicado contam com recursos como a localização dos fones em caso de perda.

Um dos grandes pontos fortes do Motorola VerveBuds 800 é a sua autonomia de bateria. Os auriculares podem oferecer até seis horas de reprodução contínua, ou até 18 horas totais de uso com a recarga através do seu estojo.

 

 

 

Vale a pena?

 

Por 99,99 euros, o Motorola VerveBuds 800 pode valer a pena, considerando os seus concorrentes diretos de preço.

Tudo bem, eu ainda não sei qual é a qualidade de áudio desses fones de ouvido, e qualidade nesse caso é algo muito subjetivo. Sem falar que alguns concorrentes (principalmente de marcas chinesas) contam com preços bem inferiores.

Mas é fato que o Motorola VerveBuds 800 não vai bater de frente com o Redmi AirDots. E, mesmo assim, ele oferece recursos adicionais como uma maior autonomia de bateria para uso contínuo e um sistema de cancelamento de ruído que promete ir um pouco além da média.

Não há informações sobre o lançamento do produto no Brasil, mas ao menos você sabe que ele existe e, quem sabe, pode se interessar em “dar os seus pulos” para conseguir uma unidade do dispositivo (se é que você me entende).


Compartilhe