Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Análises e Reviews | Motorola Edge 30 Fusion: vale a pena?

Motorola Edge 30 Fusion: vale a pena?

Compartilhe

Continuando com a sequência de posts sobre os recentes lançamentos da Motorola no mercado de smartphones, vou falar do Motorola Edge 30 Fusion enquanto eu ainda estou de bom humor e a fome não está apertando.

O Motorola Edge 30 Fusion é outro modelo top de linha da Motorola, um pouco mais modesto que o Motorola Edge 30 Ultra e, por conta disso, menos caro que este modelo. Porém, nas mãos certas, pode ser um bom smartphone para qualquer tipo de atividade.

Mas a pergunta persiste: será que ele é o suficiente para convencer você a investir o seu dinheiro nele?

Neste artigo, vou analisar os principais detalhes do Motorola Edge 30 Fusion para tentar descobrir se o investimento nele realmente vale a pena.

 

Hardware do ano passado (e isso não é algo ruim)

É uma tendência do mercado de telefonia móvel: usar o hardware mais potente do ano passado para integrar modelos do ano seguinte e vender o dispositivo como um telefone top de linha.

E eu não vejo nada de errado nisso, desde que o fabricante deixe muito claro que o dispositivo em questão possui esse hardware “defasado” e cobre menos do consumidor por isso.

Dito isso, o Motorola Edge 30 Fusion vai entregar um desempenho excelente com o Snapdragon 888+ lançado pela Qualcomm no ano passado, trabalhando com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento. A maioria dos usuários de smartphones Android ficarão mais do que satisfeitos com um dispositivo com essas especificações.

O grande problema aqui é equacionar o preço sugerido com as especificações técnicas do produto. É importante lembrar sempre que este modelo vai concorrer com dispositivos que foram lançados em 2022 e, em alguns casos, com especificações melhores que o Motorola Edge 30 Fusion.

 

Uma tela que é atraente

Uma das boas características que o Motorola Edge 30 Fusion herda do Motorola Edge 30 Ultra é a tela. Mesmo não recebendo o mesmo display do modelo mais completo da Motorola, ao menos entrega especificações muito interessantes neste aspecto.

O Motorola Edge 30 Fusion conta com uma tela OLED de 6,55 polegadas (FullHD+), com taxa de atualização de 144 Hz, as mesmas curvas discretas nas laterais e o leitor de digitais abaixo da tela.

Aqui, temos o mesmo design atraente do modelo mais velho, com uma eficiência que promete agradar aos mais exigentes. Com o OLED, a qualidade de imagem será plena, com uma maior fluidez para o sistema operacional, jogos e exibição de filmes.

Acredito que os usuários que vão procurar pela melhor relação custo-benefício geral no dispositivo não vão ficar a pé com o Motorola Edge 30 Fusion. Em todos os aspectos que a Motorola poderia reduzir as especificações para manter o preço equilibrado, os cortes feitos na tela foram menos agressivos do que poderia ser, e essa é uma ótima notícia para quem está interessado no dispositivo.

 

Câmeras mais modestas e bateria com recarga rápida

O Motorola Edge 30 Ultra tem um claro foco no sensor fotográfico de 200 MP, e este é um detalhe que pode ser considerado um ponto fora da curva para chamar a atenção de um grupo de usuários que dão clara prioridade à fotografia.

Já o Motorola Edge 30 Fusion pensa o tempo todo na melhor experiência de uso, sem abrir mão da relação custo-benefício. E é no aspecto fotográfico que encontramos (talvez) a principal diferença entre o modelo premium e este top de linha que estamos analisando neste post.

O sensor principal do Motorola Edge 30 Fusion conta com 50 MP, e vem acompanhado de uma lente grande angular de 13 MP e um sensor macro de 2 MP. Convenhamos: é um conjunto que, colocado lado ao lado com o modelo Ultra, é bem mais modesto.

Porém, precisamos confiar aqui na competência do Snapdragon 888+ para trabalhar no pós-processamento de imagens e no software da Motorola para otimizar o registro de fotos e vídeos. Ou no talento do usuário em instalar o port de Google Camera compatível com esse dispositivo.

De qualquer forma, acredito que a grande maioria dos usuários deve ficar satisfeita com os resultados fotográficos que o Motorola Edge 30 Fusion deve entregar. De qualquer forma, eu recomendo mais uma vez que você olhe para os lados e procure pelos concorrentes de preço deste modelo, só para confirmar se você não vai encontrar um produto com especificações mais avançadas pelo mesmo valor a ser investido neste produto.

Por fim, o Motorola Edge 30 Fusion tem uma bateria de 4.400 mAh que está de bom tamanho para tudo o que o dispositivo possui nas especificações técnicas. Tudo bem que, no meu mundo perfeito, esse e a grande maioria dos smartphones Android com as mesmas especificações contariam com 5.000 mAh. Mas ao menos temos aqui uma recarga rápida de 68W, o que ajuda a recuperar energia em um tempo menor.

Mais uma vez, é importante confiar no conjunto geral de hardware neste aspecto. Quem sabe a Motorola fez um bom trabalho para garantir pelo menos um dia de uso longe da tomada no Motorola Edge 30 Fusion. É o mínimo que se pede para um dispositivo com as suas características e o seu preço sugerido.

 

Motorola Edge 30 Fusion: vale a pena?

Sobre o preço do produto no Brasil.

O Motorola Edge 30 Fusion tem preço de lançamento sugerido de R$ 4.999 na versão com 8 GB RAM + 256 GB. Lembrando mais uma vez que este valor tem um desconto de 10% para pagamentos à vista no site oficial da Motorola Brasil, o que faz com que o valor final caia para R$ 4,499.

Aqui, considere o fato que o preço desse smartphone vai cair com o passar do tempo, tanto pelas mãos da Motorola quanto através dos e-commerces e varejistas que vão comercializar o produto por aqui.

Dito isso, eu recomendo que você espere mais um pouco antes de investir o seu dinheiro no Motorola Edge 30 Fusion. O seu preço de lançamento é um pouco mais elevado do que o ideal para o que ele oferece e em comparação com os seus principais concorrentes com o mesmo valor sugerido.

O Motorola Edge 30 Fusion é um ótimo smartphone para a maioria dos usuários. Mas tem potencial para se tornar um produto ainda melhor quando esse preço cair em, pelo menos, R$ 1.000. E é bom a Motorola pensar na queda do preço desse produto rapidamente, antes que a ASUS decida finalmente lançar o interessantíssimo Zenfone 9 por aqui.

Sem falar que concorrentes como Samsung e Xiaomi oferecem preços similares para os seus modelos top de linha por aqui. E essa competição pode deixar a vida do Motorola Edge 30 Fusion um pouco mais complicada no mercado brasileiro.

Mas eu tenho certeza que os fãs incondicionais da Motorola vão adorar esse smartphone, independente de qualquer coisa que eu escrevi até aqui neste artigo.

Estou com fome. Fim.


Compartilhe