TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Moto X40 provoca Xiaomi 13 com vontade | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Moto X40 provoca Xiaomi 13 com vontade

Moto X40 provoca Xiaomi 13 com vontade

Compartilhe

A Motorola ficou com invejinha da Xiaomi e lançou o Moto X40, mais um smartphone com Android 13, Snapdragon 8 Gen 2, tela com taxa de atualização de 165 Hz, câmera tripla de 50 MP e recarga rápida de 125W, entre outros predicados.

É muita coisa boa em um único smartphone, certo? Mas… todo mundo tem que ficar de olho nas letras miúdas, nos asteriscos e outros pequenos detalhes que podem se tornar muito grandes, pois estamos falando da Motorola, uma marca que conta com um histórico em deixar os usuários na mão na hora de entregar as atualizações de software.

Será que o Motorola Moto X40 pode colocar os novos Xiaomi 13 e Xiaomi 13 Pro para mamar em 2023? Ou ele só existe para conquistar o coração dos fãs brasileiros fiéis à marca?

Bom, vou pegar a minha lupa e tentar ajudar a quem tem essas dúvidas a partir de agora.

 

Respaldado no Snapdragon 8 Gen 2

Que o Snapdragon 8 Gen 2 é o processador mais potente da próxima geração (até o momento que a Qualcomm lançar a versão Plus deste chip), isso é fato consumado. A grande questão aqui é: como os fabricantes vão trabalhar com esse processador?

A Motorola decidiu colocar no Moto X40 (que deve chegar ao Brasil como um membro da família Edge, assim como aconteceu com o seu antecessor) até 12 GB de RAM LPDDR5 e até 512 GB de armazenamento no padrão UFS 4.0. E essas são excelentes notícias para os usuários que procuram obter a máxima performance possível em um telefone com especificações premium.

Neste sentido, o Motorola Moto X40 tenta bater de frente com os novos telefones da Xiaomi. Ainda mais com os complementos necessários ao potente hardware, como a recarga rápida de 125W (com carregador na caixa, diferente da dona Apple que fica regulando mixaria para os seus usuários) e Android 13, que precisa receber um número de atualizações similar ao que a concorrência oferece.

O que mata nesses smartphones da Motorola é a quase obsolescência programada da marca, que abandona os seus telefones bem antes do ideal. Que a empresa pare de matar os seus produtos de forma precoce, pois seus usuários não estão dispostos a seguir acreditando na marca com essa prática de gosto altamente duvidoso.

 

Quem precisa de uma tela de 165 Hz?

Saber que o Motorola Moto X40 possui uma tela de 165 Hz pode até impressionar aos mais leigos por causa do superlativo do número em si. Porém, quando olhamos para os detalhes e percebemos que esse mesmo display de 6.7 polegadas possui uma resolução FullHD+ (e nada além disso), nos questionamos se faz tanta diferença assim ter uma taxa de atualização tão alta.

É claro que a experiência de uso na hora de rodar games ou visualizar imagens em vídeo de alta definição fica otimizada com 165 Hz. Porém, na prática, os resultados entregues não são tão diferentes em comparação a um telefone com 120 Hz. Sem falar que a maior taxa de atualização de imagem resulta em um maior gasto de bateria, e muitos preferem ter mais tempo o telefone ligado longe do carregador.

E por falar em bateria, o que salva aqui é que os 4.600 mAh que podem ser insuficientes para manter o dispositivo funcionando o dia inteiro (justamente por causa da elevada taxa de atualização de imagem) podem ser recarregados rapidamente com esse carregador de 125W.

 

Se não registrar imagens incríveis, é melhor desistir…

O processador Snapdragon 8 Gen 2 presente no Motorola Moto X40 pode facilitar (e muito) a vida dos fotógrafos ou usuários que exigem uma ótima qualidade de fotos e vídeos registrados em um smartphone.

Digo isso porque o chip pode processar bem as imagens capturadas pela lente principal de 50 MP e também pelo sensor ultra grande angular de 50 MP. O terceiro sensor de 12 MP possui uma lente teleobjetiva, e a câmera frontal conta com incríveis 60 MP de resolução.

Com um conjunto fotográfico como esse trabalhando com um hardware com essa potência, será uma das mais desagradáveis surpresas de 2023 (que nem começou quando este post foi publicado) se o Moto X40 entregar fotos e vídeos que fiquem abaixo do excelente.

Tá, estou considerando que o software de câmera também tem um papel muito importante no processamento de imagens, mas sua missão deve ser muito facilitada com um processador, RAM e armazenamento de tamanho calibre.

 

Motorola Moto X40: quanto vai custar a brincadeira?

Do mais, o Moto X40 conta com todo o kit mais avançado de conectividade, como USB-C, NFC e 5G. E nem poderia ser diferente, considerando os valores que serão cobrados por ele.

Por enquanto, o Moto X40 é um lançamento exclusivo da China, mas ele certamente vai chegar em outros mercados internacionais como um integrante da família de smartphones Edge da marca. Não há previsão de lançamento ou preços para o Brasil.

Os preços das diferentes variantes deste modelo comercializados na China são os seguintes:

  • 8 GB + 128 GB: 3.399 iuanes (cerca de R$ 2.595 em conversão direta);
  • 12 GB + 256 GB: 3.699 iuanes (R$ 2.820);
  • 12 GB + 512 GB: 4.299 iuanes (R$ 3.280).

 

Vale a pena?

Não dá para negar que o Moto X40 veio para brigar pelo posto de melhor smartphone do começo de 2023, e deve dar trabalho para o Xiaomi 13 e o Xiaomi 13 Pro na China. A grande questão é se ele realmente pode fazer frente com uma marca tão popular e que entrega uma experiência de uso que já caiu no gosto de boa parte do mercado.

Não dá para estimar o preço que este smartphone vai ter em nosso mercado. Mas posso imaginar que a brincadeira está bem longe de ter uma cara de barata ou com aposta na melhor relação custo-benefício.

Por outro lado, ainda é muito cedo para dizer onde o Moto X40 se posiciona dentro do seu segmento. Vários outros fabricantes ainda vão apresentar os seus produtos ao longo do primeiro trimestre de 2023, como por exemplo a Samsung com os novos Galaxy S23. Sem falar na MWC 2023, que deve receber outros lançamentos dentro dos segmentos top de linha ou premium de smartphones.

O que é possível afirmar é que a Motorola fez o que tinha que fazer com o Moto X40. Mas só o usuário final vai poder dizer se este modelo coloca o Xiaomi 13 para mamar ou não.

Mais adiante eu faço um comparativo entre os primeiros smartphones com o Snapdraon 8 Gen 2 confirmado em suas entranhas. Isso é, se eu não entrar em férias antes.


Compartilhe