A Motorola/Lenovo apresentou hoje (19) a sua nova família de smartphones Moto G6. Nesse post, damos destaque para o modelo mais acessível no preço, o Moto G6 Play.

Começando pelo mais econômico. O Moto G6 Play passa por alguns sacrifícios naturais, algo esperado para um modelo mais econômico. O modelo possui um sensor único na câmera traseira de 13 MP (f/2.0) com foco PDAF, tela de 5.7 polegadas (HD+, 720p), alto-falantes frontal sem Dolby, conector para fones de ouvido, sem resistência à água mas com capa contra gotas de água (p2i).

Seu processador é um Snapdragon 430 quad-core a 1.4 GHz, trabalhando com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD). Seu acabamento é de plástico, menos premium que nos demais modelos (com vidro). E o botão home com leitor de digitais fica na parte traseira.

 

 

Ele é muito similar ao Moto G6 à primeira vista, mas a ausência do botão Home na parte frontal diferencia esteticamente os dois modelos.

A melhor notícia aqui é que sua bateria possui 4.000 mAh, o que deixa o dispositivo com uma espessura de 8,95 mm. É o modelo mais adequado para quem prioriza várias horas de uso longe da tomada, já que sua tela com menor resolução e processador menos potente contribuem para a maior autonomia de bateria.

Agora, some tudo isso ao sistema de recarga rápida TurboPower com o carregador de 15 W (incluído no kit de venda), e pronto: a equação perfeita para um uso mais livre do dispositivo.

 

 

O Moto G6 chega ao Brasil com o preço sugerido de R$ 1.099, e está disponível para compra a partir de hoje (19).