Compartilhe

O Motorola Moto 360 foi lançado em 2014, e era mais um smartwatch com o sistema operacional do Google que tentava encontrar o seu lugar no mundo. Se destacava dos demais pelo seu particular design circular.

Depois de algumas interações e variações, ele ficou meio esquecido. Mas isso muda hoje com a chegada do Moto 360 (2019), devidamente adaptado aos novos tempos e em parceria com o fabricante eBuyNow.

 

 

Mudanças mesmo só por dentro

 

 

O novo Moto 360 (2019) ou Moto 360 de terceira geração chega pelas mãos do desconhecido fabricante eBuyNow, que se encarrega em fabricar o produto enquanto a Motorola cede a marca.

O design não mudou muito, mas o relógio não conta com o notch na parte inferior que estava presente nos primeiros modelos. As pulseiras intercambiáveis são de 20 mm e se unem à caixa de aço inoxidável.

O Moto 360 (2019) possui peso de 52 gramas, botões físicos na lateral direita para controle da interface de forma adicional à tela touch AMOLED de 1.2 polegadas (390 x 390 pixels).

No interior, encontramos um relógio inteligente mais preparado, com o processador Snapdragon Wear 3100, trabalhando com 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento.

Na conectividade, o Moto 360 (2019) conta com WiFi 802.11n e Bluetooth 4.2, além de NFC, GPS e resistência à água (3 ATM), o que permite uma natação com o relógio sem maiores problemas.

Sua bateria conta com 355 mAh de capacidade, e a sua base (com um conector USB) permite a recarga em 60 minutos. E, é claro, o sistema operacional não poderia ser outro: o Wear OS.

 

 

Os novos Moto 360 (2019) chegam ao mercado em 12 de dezembro nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. Seu preço sugerido de venda é de US$ 349,99. Não há informações sobre um eventual lançamento e preço de venda para esse produto no Brasil ou em outros mercados internacionais. Mas ao menos agora você sabe do que ele é capaz de fazer.

 

Via Moto360


Compartilhe