Compartilhe

A Mojo Vision está desenvolvendo lentes de contato que exibem informações adicionais ao olho humano em formato de realidade aumentada, com uma tecnologia praticamente invisível.

O desenvolvimento dessa tecnologia começou em 2015, baseando-se em investigações que começaram em 2008. A ideia aqui é obter lentes de contato que mostram informações extras ao usuário sem que as demais pessoas percebam isso. É uma aproximação do olho biônico ajustado para a realidade e os limites atuais da tecnologia.

 

 

Uma tecnologia (quase) invisível

Para mostrar informações em uma lente de contato, é preciso ter uma tela integrada dentro da lente. Uma tela pequena o suficiente para que ela não se torne visível, mas que fique integrada na lente. Pois bem, a Mojo Vision tem uma tela microLED com dimensões de menos de meio milímetro monocromática em verde, capaz de conter 70.000 pixels no se interior, que são mais que suficientes para exibir textos e ícones básicos

As lentes mostram notificações, informações como previsão do tempo, rotas de navegação e visualização otimizada para visão degenerativa, com a ajuda da câmera do smartphone (essa última ainda em pesquisa e desenvolvimento).

A lente de contato da Mojo Vision está orientada para oferecer uma autonomia de bateria de um dia de uso, e sua recarga é por indução, onde a lente é armazenada em um estojo próprio durante a noite.

Detalhe: essas lentes não podem ser transparentes, pois está cheia de circuitos e cabos. Para evitar que ela se pareça com um olho biônico, a ideia da Mojo Vision é pintar uma iris na lente que vai ocultar todo o mecanismo, em um processo similar ao adotado nas lentes de contato existentes no mercado atual.

Alguns problemas do projeto ainda precisam ser resolvidos. A realidade aumentada implica interagir com o entorno, obtendo informações sobre a realidade. Aqui, vai além de mostrar a informação. São lentes que não contam com câmera integrada para ler as informações ao seu redor. Se aproximam mais de uma lente de realidade virtual do que de realidade aumentada. Mesmo assim, isso não tira em nada o mérito desse desenvolvimento.

Por enquanto, a Mojo Vision segue em desenvolvimento, e ainda precisa receber a aprovação de órgãos governamentais, e não é tão simples para um produto com as suas características obter uma aprovação desses órgãos.

Esse é um produto com contato direto com o olho humano, e a área da saúde terá que se pronunciar sobre o assunto. Sem falar na aprovação do mercado: se muita gente se incomoda com o uso do óculos, que dirá em usar as lentes de contato?

 

 

Via FastCompany, Mojo Vision


Compartilhe