Compartilhe

Sexo, drogas e rock and roll. Essa era a filosofia de quem era jovem nas décadas de 1960 e 1970. Já os millennials preferem a Amazon. Com o auge das compras online, é muito fácil comprar (quase) qualquer coisa com apenas um clique, recebendo o produto na comodidade de sua casa. E seria quase um sonho se fosse de graça.

A ideia da Amazon é tão atraente para os millennials, que alguns (nem todos, claro) deixariam de lado sem maiores dificuldades o sexo e o álcool durante um ano. Apenas para poder continuar a comprar online. Algo incrível, mas nada surpreendente vindo dessa geração.

 

 

Amazon desbanca o álcool e o sexo

Dizem que os millennials (pessoas que nasceram entre 1985 e 1994) é a geração que está deixando o sexo de lado. E, ao que tudo indica, o álcool também. Agora, estamos descobrindo que eles também são obcecados por outros hábitos bem caros, especialmente o vício pelas compras.

Um estudo da agência Max Borges revela que pelo menos 44% dos membros dessa geração (entre os entrevistados) abandonaria sem pensar duas vezes o sexo por um ano apenas para poder continuar a usar a Amazon.

Isso mesmo. Quase metade dos membros dessa geração. Mas ainda não é a maioria.

No caso do álcool, os números são diferentes. Até 77% dos millennials deixariam de beber por completo por um ano para poder seguir usando a Amazon. E isso não é algo tão ruim assim olhando para um cenário mais amplo. Porém, não é o caso de trocar um vício por outro?

De acordo com o estudo, os números não são nada mais do que um sinal do domínio que tem a maior varejista online do mundo em uma geração que está se tornando extremamente consumista. E este não é necessariamente um exemplo de como a sociedade está mudando em seus costumes, hábitos e gostos em função da tecnologia disponível.


Compartilhe