Wetten.com Brasil Apostas
Home » Internet » Mighty, o navegador web que funciona na nuvem

Mighty, o navegador web que funciona na nuvem

Compartilhe

Se você passou uma vida reclamando que o Google Chrome é um devorador de recursos no computador e todas as demais alternativas disponíveis não alcançaram o seu coração, você precisa conhecer o Mighty.

Este navegador promete algo que é considerado impossível por muitos: consumir até 10 VEZES MENOS recursos do computador em comparação a qualquer navegador que utiliza o motor Chromium nesse momento.

Mas… como o Mighty consegue operar esse milagre?

SPOILER: não existe almoço grátis nesse mundo… que dirá milagres…

 

 

 

Mighty, um navegador web baseado na nuvem

Para o Mighty ser um sucesso de público e crítica, seus desenvolvedores apostam em uma abordagem diferente para o seu funcionamento. No lugar de instalar todos os seus recursos no computador, ele só integra o que é realmente essencial para funcionar, e todo o restante vai trabalhar na nuvem.

Todo o trabalho considerado pesado para o navegador web é realizado por um computador muito mais potente que o meu e o seu, trabalhando a milhares de quilômetros de distância e com uma ótima conexão de internet de 1.000 Mbps.

Enquanto você executa os comandos de navegação através do teclado e do mouse do seu computador, esse servidor gigante realiza as tarefas. Já no seu notebook ou desktop, o que receberíamos como resposta é uma espécie de “vídeo”, que refletiria as tarefas realizadas, o que iria exigir um esforço muito menor por parte do seu PC.

Dessa forma, o Mighty promete ser muito mais rápido, leve e eficiente que os demais navegadores web, carregando tudo muito mais rápido e sem devorar a RAM ou a bateria do seu computador, tal e como o Chrome faz até hoje. Ter várias abas abertas com um desempenho limpo se materializaria como uma interessante realidade para os usuários mais produtivos.

 

 

 

De novo: não existe almoço grátis nesse mundo…

O conceito de funcionamento do Mighty não é uma novidade no mundo da tecnologia, já que as plataformas de jogos na nuvem como xCloud, Luna e OnLive utilizam o mesmo conceito. A diferença aqui é que, no lugar de jogos, são desktops e navegadores web na nuvem.

Então… o milagre do Mighty tem um preço, que é de US$ 30 por mês para usar o navegador. É um valor alto, mas para quem pode pagar por isso e também pela conexão de internet de alta velocidade terá em troca um computador muito mais potente, economizando o dinheiro que seria investido em um hardware mais potente para obter os mesmos resultados.

O Mighty elimina cookies e anúncios nos sites, notifica sobre as reuniões do Zoom, busca arquivos no Google Docs e no OneDrive e vai receber uma série de recursos de segurança. O tempo vai dizer se ele será um sucesso para solucionar de vez um problema que tira o sossego de muitos usuários há muito tempo.

 

 

 

Via The Verge


Compartilhe