TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Microsoft Surface Laptop 5: não mudou (quase) nada, de forma vergonhosa | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notebooks, Ultrabooks e Conversíveis | Microsoft Surface Laptop 5: não mudou (quase) nada, de forma vergonhosa

Microsoft Surface Laptop 5: não mudou (quase) nada, de forma vergonhosa

Compartilhe

A Microsoft apresentou o Surface Laptop 5, que apresenta poucas novidades em relação ao modelo da geração anterior. Até porque o design do produto é o mesmo. Ele só recebeu alguns retoques nas suas especificações internas, recebendo os upgrades pertinentes com o novo hardware.

Aqui, precisamos descobrir se a ideia aqui foi não mexer no time que está ganhando, ou se a Microsoft pecou pelo conservadorismo, tal e como um certo fabricante de smartphones cujo logo é uma maçã mordida. O que não seria uma surpresa se acontecesse.

Neste artigo, vamos conhecer as principais características do Microsoft Surface Laptop 5, e descobrir se vale a pena o esforço para investir na compra.

 

Onde está Wally? Ou melhor… encontre as diferenças

O Microsoft Surface Laptop 4 tem um ano e meio de mercado, e não foi tão bem recebido quanto a Microsoft gostaria que fosse. A conectividade era limitada, alguns componentes internos (como o processador AMD) foram considerados frutos de escolhas de gosto duvidoso, e toda a concepção geral do produto resultou em uma enxurrada de críticas contra a gigante de Redmond.

Por outro lado, ninguém podia dizer que o Surface Laptop 4 não era potente. Seu comportamento era considerado decente, e o computador poderia muito bem atender as principais necessidades dos usuários que gostariam de um elegante notebook para trabalhar nas principais tarefas cotidianas.

Mesmo assim, as críticas pela ausência de mais portas (leitor SD, porta HDMI etc…. elementos que até o meu atual notebook principal, o Samsung Galaxy Book2 360 possui) e sua autonomia de bateria, que poderia ser melhor (aliás, qualquer notebook ultrafino poderia ter uma autonomia de uso mais longa, para ser bem sincero) foram críticas que perduraram no modelo da geração anterior.

Pois bem, quais foram as mudanças que a Microsoft fez neste sentido um ano e meio depois do desastre que foi o Surface Laptop 4?

Isso mesmo que você está pensando a essa altura do artigo (já que estou enrolando para falar sobre as principais características do produto): nenhuma. A Microsoft não mudou ABSOLUTAMENTE NADA no design do Surface Laptop 5, incluindo a ausência de portas nos modelos com telas de 13.5 e 15 polegadas (3:2).

As duas telas contam com esse formato de 3:2 para favorecer trabalho com apenas um aplicativo maximizado, ajudando no foco e na produtividade. As duas telas são sensíveis ao toque, mas os dois modelos não são convertíveis. E essa é outra escolha que é difícil de compreender: por que não oferecer uma maior liberdade de uso para quem quer mais versatilidade no computador?

Os novos Surface Laptop 5 ainda contam com suporte para o áudio Dolby Vision IQ para uma reprodução de áudio mais viva, algo que é importante para um produto tão fino como ele.

Mas o grande ponto de mudança aqui é a saída dos processadores AMD para a chegada dos novos chips Intel de 12ª geração (Alder Lake). São os modelos mais modestos, ou seja, da série U com TDP de 15W, orientados para os computadores ultrafinos e leves, que priorizam a maior eficiência energética. Aqui, a Microsoft poderia muito bem incluir processadores mais potentes, ainda mais em um computador que não é exatamente o mais fino do mundo. Por outro lado, se ganhamos em tempo de uso longe da tomada, está valendo. Sem falar nas melhorias integradas no desempenho dos processadores dessa família.

Apenas para reforçar e tentar alertar aos mais iludidos ou distraídos, não encontramos um aumento de portas neste dispositivo. Apenas um conector USB-C, um conector USB-A e um conector para fones de ouvido. O Surface Connect segue presente e, para muitos, esse é um recurso que não agrega nenhum diferencial em relação a uma segunda porta USB-C que poderia se posicionar muito bem em uma das laterais para conectar outros dispositivos ou recarregar o portátil.

O Microsoft Surface Laptop 5 possui baterias que prometem 18 horas de autonomia no modelo de 13.5 polegadas e 17 horas no modelo de 14 polegadas. Neste caso, se este notebook conseguir alcançar as decentes 10 horas entregues pelo Surface Laptop 4, já está de bom tamanho.

A webcam também não mudou, e se mantém na resolução de 720p. Não há referências ao sistema de reconhecimento facial via Windows Hello, e também não há um leitor de digitais para uma alternativa biométrica. Ou seja, a impressão que fica é que a Microsoft parou no tempo: oferece um produto que é dela, com soluções de segurança desenvolvidas por ela, mas sem alternativas de hardware para aproveitar essas funcionalidades próprias.

Não faz o menor sentido.

 

Microsoft Surface Laptop 5: quanto custa?

O Microsoft Surface Laptop 5 tem preço inicial sugerido de 1.179 euros para o modelo de 13.5 polegadas, e de 1.529 euros para o modelo de 15 polegadas. Ambos muito caros para o que oferecem, mas ao menos ele é elegante para aqueles executivos que querem impressionar em reuniões ou aeroportos.

Não há previsão de lançamento do produto para o Brasil, mas lá fora ele desembarca no mercado em 24 de outubro.


Compartilhe