Compartilhe

O Surface Book 3 é a atualização do notebook da Microsoft que chama a atenção pelo conjunto geral da proposta, mas que assusta um pouco por causa do seu preço elevado. É o tipo de produto que eu sonho em ter, mas ao mesmo tempo eu não me sinto muito motivado em vender o meu pâncreas no mercado negro para comprar.

O novo notebook entrega melhorias em vários aspectos em relação ao seu predecessor, contando com a maior autonomia em um dispositivo da família Surface em sua história. Disponível em versões com 13 e 15 polegadas, ele mantém a chamativa característica de design do teclado que se destaca da tela, que pode ser usada como um tablet quando necessário.

 

 

 

Microsoft Surface Book 3: principais características

 

 

Pode ser um pouco complicado usar um tablet com tela de 15 polegadas. Acho que 10 polegadas é o limite do aceitável para um uso produtivo. Porém, os mais criativos ou aqueles que querem consumir conteúdos de vídeo no dispositivo podem encontrar nesse detalhe uma vantagem. E é melhor ter essa opção em um produto potente e de preço mais elevado como esse do que ficar preso à proposta de notebook tradicional.

Porém, o grande destaque do Surface Book 3 é entregar um conjunto mais potente e completo que o também recém lançado Surface Book 2, contando com uma potência 50% maior do que o novo tablet, graças aos processadores Intel Core i5 ou i7 presentes nesse notebook conversível.

Além disso, são notebooks pensados nos produtivos que precisam de mobilidade em suas atividades, pois foram preparados para ficarem longe da tomada por muito tempo. O Surface Book 3 de 13 polegadas entrega 15 horas e meia de autonomia, e o modelo com tela de 15 polegadas alcança as 17 horas de uso sem recarga. Números generosos que podem chamar a atenção de muitos usuários.

 

 

Essa autonomia de bateria enorme (que, segundo a Microsoft, garante o uso de um dia inteiro de trabalho sem a necessidade de conexão com a rede elétrica) deve ser ainda mais valorizada quando observamos para os demais itens de hardware agregados ao produto. O Surface Book 3 conta com o som imersivo através de alto-falantes que recebem a tecnologia Dolby Atmos, e seus gráficos dedicados NVIDIA GeForce são a garantia que o notebook vai rodar sem problemas os jogos do Xbox Game Pass para PC, com resolução a 1080p e 60 quadros por segundo.

Ou seja, a Microsoft não pensou apenas nos usuários produtivos, mas de certo modo também nos gamers. É claro que não dá para pedir do Surface Book 3 o mesmo desempenho final nos games que podemos encontrar em um notebook dedicado para essa atividade, mas ao menos podemos encontrar o melhor de dois mundos aqui, com um equilíbrio que justifica o seu preço um pouco mais elevado.

Seu teclado recebe um grande trackpad, o que ajuda na interação com o sistema operacional. A tela é compatível com a Surface Pen e com a Surface Dial, atendendo aos anseios dos profissionais das atividades gráficas, e na parte de conectividade encontramos portas USB Type-C e USB Type-A, além de um slot para cartões microSD.

 

 

O Surface Book 3 é compatível com o Windows Hello, sua câmera frontal é de 5 MP e a câmera traseira conta com 8 MP. Seus dois microfones de grande profundidade entregam uma melhor comunicação durante as chamadas de vídeo.

 

 

 

Surface Book 3: preço e disponibilidade

 

O devidamente atualizado Surface Book 3 da Microsoft tem preço inicial sugerido de US$ 1.599 para o modelo de 13 polegadas e US$ 2.229 para o modelo de 15 polegadas (sim, eu sei… é um notebook para poucos…), e suas vendas lá fora começam em 12 de maio.

Ah se eu pudesse… se o meu dinheiro desse…

 

 

 

Via Microsoft


Compartilhe