Compartilhe

Agora é fácil dizer que a Microsoft não foi bem no mundo da telefonia móvel, mas em alguns momentos nos perguntamos como seriam as coisas se elas fossem diferentes. E a resposta pode vir na forma de um dumbphone: o Microsoft RM-1182.

O protótipo de 2015 nunca chegou a ver a luz, mas passou por várias certificações. Muitos pensaram que seria um novo Lumia, mas era um celular que imitava a interface do Windows 10 Mobile.

 

 

O dumbphone smartphone da Microsoft

 

 

O protótipo testado pelo Windows Central tecnicamente funciona, mas sem os serviços online incluídos (Outlook, Calendar, GroupMe, OneNote, Twitter, Opera e outros). Na verdade, ele estava no meio do caminho entre o dumb e o smart. Defasado diante do Galaxy S5 apresentado naquele ano, mas alinhado com a reedição do bananaphone Nokia 8110.

A tela não é touch, o que faz lembrar mais um Nokia com Symbian do que um dos últimos Lumia, com teclado preditivo e botões para chamadas e deslocamento pela interface.

 

 

Parece Windows Mobile, mas não é

 

 

É curioso pensar que a Microsoft estava pensando em lançar um celular básico, mas o melhor de tudo isso é que a interface em si desse dispositivo copiava o formato do Windows Phone (ou Windows Mobile, como queira). Tudo era personalizável, inclusive na escolha de cores.

Sobre as suas especificações, o Microsoft RM-1182 contava com uma construção de plástico, tela de 2.5 polegadas, câmera traseira de 1.92 MP e bateria removível de 1.200 mAh, que com certeza são mais que suficientes para manter o telefone ligado por vários dias.

O que talvez nunca será revelado sobre esse produto é o seu nome. RM-1182 é o nome de código, mas o modelo foi cancelado junto com o Luima 750, o Lumia 850 e tantos outros que a Microsoft decidiu matar e reagrupar na sua tentativa (fracassada) de se estabelecer no mercado de telefonia móvel.

Uma pena. Pelo menos no papel, esse RM-1182 seria um dispositivo bem interessante.

 

Via Windows Central


Compartilhe