Enquanto Samsung, LG ou Huawei pensam a sério no lançamento de um smartphone com tela dobrável para 2019, a Microsoft esteve a ponto de lançar a sua proposta nesse sentido em 2015.

A gigante de Redmond chegou a finalizar o protótipo de tela dupla que não foi apresentado, com o objetivo de aumentar a produtividade do usuário e acabar com as limitações dos smartphones da época.

A Microsoft não confirma nada de forma oficial, mas um vazamento sugere que o dispositivo seria apresentado durante o lançamento do Lumia 950 XL, com um protótipo bem diferente das patentes recém apresentadas por outras marcas.

O dispositivo criado pela Microsoft não contava com uma tela flexível, mas sim com duas telas independentes e unidas com um case que atua de ponte entre ambas. Assim, o telefone oferecia a multitarefa e um maior espaço para o entretenimento.

O objetivo aqui era ser uma solução prática para os usuários mais produtivos através da tela secundária. A Microsoft se baseou na experiência dos usuários que destacavam algumas das limitações dos smartphones na época.

Agora que temos vários fabricantes desenvolvendo telas flexíveis, este protótipo não parece ser algo tão prático. Mas não resta dúvidas que lá atrás já se especulava sobre as possibilidades desse tipo de dispositivo.

 

Via GizmoChina