Compartilhe

Todo mundo sabia que um dia isso iria acontecer. Logo, nem podemos dizer que fomos pegos de surpresa. Esse dia iria chegar.

A Microsoft anunciou hoje (10) que o Wunderlist chega ao fim em 6 de maio de 2020. O que foi considerado o melhor aplicativo de tarefas deixará de existir, e no seu lugar, a aposta da gigante de Redmond é no seu próprio app de tarefas, o To Do.

A Microsoft adquiriu a 6Wunderkinder, empresa responsável pelo Wunderlist, em junho de 2015, e desde o começo deixou bem claro que queria criar um novo aplicativo de tarefas com o melhor do app (até então) mais popular, que fosse capaz de sincronizar com vários dos serviços da gigante de Redmond.

 

 

Wunderlist já não aceita novos usuários

 

 

O Microsoft To Do foi lançado em abril de 2017, e combinava alguns recurso do Wunderlist com vários serviços da Microsoft, como Outlook, Microsoft Planner e Cortana. E desde o começo a empresa comandada por Satya Nadella deixou muito claro que, um dia, o Wunderlist deixaria de existir, e todos os esforços seriam centrados no To Do.

Em comunicado, a Microsoft informa que:

“Temos trabalhado incansavelmente para garantir que o nosso novo aplicativo, Microsoft To Do, pareça uma nova casa para as suas listas. Paramos de lançar novos recursos e atualizações importantes para o Wunderlist, de modo que à medida que o aplicativo envelhece, torna-se mais difícil de manter. Como a tecnologia continua a avançar, não podemos garantir que a Wunderlist continuará a funcionar como deveria ou como gostaríamos.

Com as nossas últimas atualizações, estamos confiantes de que o To Do é a melhor alternativa ao Wunderlist agora, e acreditamos que é o momento certo para dar o próximo passo. Queremos dedicar todo o nosso tempo ao crescimento dessa experiência combinada que transforma a forma como você alcança seus objetivos e sonhos.”

 

O comunicado tem uma certa lógica quando olhamos o que a Microsoft fez com outras aquisições do passado.

A partir de hoje (10), o Wunderlist não aceita novos usuários, e os atuais usuários podem seguir criando suas listas até 6 de maio de 2020, data em que os serviços dedicados ao aplicativo serão fechados. A partir dessa data, as listas não mais serão sincronizadas.

Por isso, a Microsoft pede que os usuários do Wunderlist migrem as suas listas para o To Do, através de uma ferramenta disponível no seu site e compatível com todas as plataformas. Para migrar para o To Do, é preciso ter uma conta Microsoft.

Christian Reber, fundador do Winderlist, chegou a afirmar que queria comprar o seu aplicativo de volta para evitar o seu fim, uma vez que a negociação de venda não saiu do jeito que ele esperava. O executivo chegou a enviar uma oferta de compra para a Microsoft. Por enquanto, não há informações se a oferta foi aceita (ao que tudo indica, não).

 

 

Uma das principais compras da Microsoft

 

O Wunderlist foi uma das maiores compras da “nova Microsoft” e, provavelmente, uma das mais desprezadas ou não aproveitadas (especialmente se compararmos com a Acompli, cuja base foi fundamental para consolidar o Outlook como um dos melhores clientes de correio eletrônico do mercado).

A Microsoft fecha as portas do Wunderlist pouco mais de quatro anos depois de sua compra, e toma a decisão também para que o To Do ganhe mercado da forma como a empresa esperava.

 

 

Via The Verge, Wunderlist


Compartilhe