Microsoft FINALMENTE alcançou a marca de 1 bilhão de dispositivos com Windows 10 | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Microsoft FINALMENTE alcançou a marca de 1 bilhão de dispositivos com Windows 10 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Microsoft FINALMENTE alcançou a marca de 1 bilhão de dispositivos com Windows 10

Microsoft FINALMENTE alcançou a marca de 1 bilhão de dispositivos com Windows 10

Compartilhe

De acordo com a Microsoft Itália, o Windows 10 teria (finalmente) alcançado a marca de 1 bilhão de dispositivos ativos. Uma marca que foi alcançada quase três anos depois das previsões iniciais.

Essa marca pode ser mais um tiro na recente batalha de marketing entre Microsoft e Apple, pois chega na mesma semana em que a Apple anunciou que a base ativa dos seus dispositivos alcançou 1.5 bilhão de unidades e, dessa forma, superava o Windows.

Não é bem assim.

Contando os 1 bilhão de dispositivos com Windows 10, os mais de 400 milhões de computadores que ainda estão com o Windows 7, as máquinas com Windows 8.1 e Windows Server, dispositivos HoloLens e os milhões de consoles Xbox, o ecossistema da Microsoft supera o da Apple e todos os seus dispositivos (iPhone, iPod, iPad, Apple Watch, AirPods, Mac, etc).

Porém, nem Microsoft nem Apple dominam o mercado. É o Google e o seu Android quem tem o trono há muito tempo: apenas para colocar em perspectiva, foram 1.3 bilhão de dispositivos Android que foram ativados apenas em 2018. E apenas nos smartphones.

 

 

1 bilhão é muito ou pouco para o Windows 10?

O Windows 10 segue ganhando dinheiro, mas não sabemos se isso é por méritos próprios ou porque não existe outra opção para muita gente. Este é o único sistema operacional da Microsoft para novos equipamentos, e levando em conta o domínio do Windows nos PCs (com cotas próximas a 90%), fica fácil explicar esse crescimento.

Além disso, a agressiva estratégia da Microsoft para migrar todo mundo do Windows 7 para o Windows 10 faz com que a versão siga crescendo através de atualizações nos computadores pessoais e nas grandes migrações em empresas.

Na época do seu lançamento, a Microsoft anunciou que teria 1 bilhão de dispositivos com Windows 10 em dois ou três anos. Depois, reconheceu que não ia cumprir o objetivo, ainda mais diante do fiasco nos smartphones. Se o Windows Phone/Mobile tivesse funcionado, a empresa teria cumprido a meta dentro do prazo previsto. E a realidade prática é que o Windows hoje só domina o segmento de computadores pessoais. E muitos entendem que isso é muito pouco para uma empresa do porte de uma Microsoft.

Se a tendência continuar (menos PCs e mais smartphones e outros formatos de produtos), a Apple vai superar a Microsoft em breve no número de dispositivos ativos, assim como o Google fez. E o Windows 10 vai continuar a ser um “quero, mas não posso”. Ou um copo meio cheio e meio vazio.

 

 

Via Softpedia


Compartilhe