Compartilhe

Na semana passada, a Meizu surpreendeu o mundo com o Meizu Zero, um smartphone com corpo cerâmico sem slots ou botões físicos. A sua recarga é sem fio, e o modelo conta com eSIM e tela OLED com tecnologia mSound e leitor de digitais integrado na tela.

A Meizu até então não havia revelado ou seu preço ou previsão de chegada ao mercado. Agora, sabemos através de uma campanha de crowdfunding no IndieGoGo que o Meizu Zero tem preço sugerido de US$ 1.299. A publicação revelou mais detalhes sobre o curioso modelo, assim como data de disponibilidade.

 

 

Adeus cabos, botões e slots

 

 

Como já destacamos, o Meizu Zero se destaca pela ausência de botões, portas e orifícios, entregando como um resultado um corpo cerâmico impermeável (IP68), que aposta na carga sem fio Super mCharge com eSIM.

Sua tela OLED possui 5.99 polegadas, com a tecnologia mSound para a reprodução do som, dispensando assim os alto-falantes. A tela também recebe um leitor de digitais e uma câmera frontal de 20 MP integrada na borda superior. A câmera traseira conta com sensores da Sony de 20 MP + 12 MP (IMX380 + IMX350), junto com um flash Dual LED.

Outras características importantes do Meizu Zero são a conectividade Bluetooth 5.0, o processador Snapdragon 845 e a inclusão de sensores de pressão com resposta háptica nas bordas. Ele vem com a versão 7 do sistema operacional Flyme baseado no Android, além da certificação IP68 para resistência contra água e poeira.

 

 

A campanha de crowdfunding do Meizu Zero começou no IndieGoGo dos EUA, e tem como meta alcançar US$ 100 mil em 31 dias. O lote para quem quer receber o smartphone já em janeiro em edição pioneira por US$ 2.999 não está mais disponível.

Já a versão menos cara por US$ 1.299 para receber a “unidade de engenharia” (palavras da Meiuz) está na campanha de financiamento coletivo com meta de US$ 100 mil para o produto chegar ao mercado.

Se a meta da campanha for alcançada, a Meizu fabricará o Meizu Zero, e todos aqueles que apostaram no produto vão receber a sua unidade em abril. Até a produção desse post, a camanha já arrecadou mais de US$ 15 mil, ou seja, muito provavelmente veremos o dispositivo no mercado em abril.

 

 

 

Via IndieGoGo


Compartilhe