TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Mais de 100 mil unidades dos novos iPhones reservadas na China, sem sequer ter preço anunciado na China Unicorn | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Mais de 100 mil unidades dos novos iPhones reservadas na China, sem sequer ter preço anunciado na China Unicorn

Mais de 100 mil unidades dos novos iPhones reservadas na China, sem sequer ter preço anunciado na China Unicorn

Compartilhe

iphone-china-sales

Esse post poderia simplesmente não existir, se não fosse por dois motivos muito importantes. O primeiro: todos querem saber se a Apple será capaz de crescer no cobiçado mercado chinês, mesmo com produtos que não contam com preços tão competitivos assim. O segundo, essa operadora de telefonia móvel, a  China Unicorn, é a segunda maior do país. E eles conseguiram a façanha de alcançar a marca de mais de 100 mil reservas de compra dos novos iPhones (5s e 5c), sem sequer revelar o preço que eles vão vender os produtos por lá.

O início das reservas dos novos iPhones na citada operadora começou logo depois da Apple concluir o seu evento de apresentação dos novos iPhones na semana passada. Logo, o fator “tempo” ajuda a explicar por que eles alcançaram tão rapidamente a marca de 100 mil unidades reservadas. Sem falar que o mercado chinês é, naturalmente amplo: comprador em potencial é o que não falta por lá.

O número também mostra que os novos modelos parecem ter agradado em cheio os consumidores chineses, independente do preço que o produto será cobrado por lá. Vale lembrar que, nesse momento, o iPhone 5c está disponível apenas para pré-venda, mas que o processo de reserva adotado pela operadora é diferente disso. Nesse caso, a China Unicorn tem a certeza absoluta que o consumidor vai mesmo ficar com a unidade do produto, assim que ele estiver disponível para compra, a partir do dia 20 de setembro. Em outras palavras, é venda garantida para eles.

E para quem dizia que o iPhone 5c não ia vender nada na China porque era caro demais para eles… eis a resposta.

Via Ubergizmo


Compartilhe