O MagicScroll é uma criação do Human Media Lab da Queen’s University (Canadá), e se inspira nos velhos pergaminhos para colocar uma tela flexível e enrolável, que pode ser utilizada como cilindro ou com a tela estendida.

É apenas um conceito em etapa inicial de desenvolvimento. A ideia é oferecer uma tela em forma de cilindro, onde nos apoiamos nas rodas laterais, oferecendo uma navegação mais natural e infinita.

Nesse modo, podemos ver o conteúdo sem tocar na tela, com uma melhor experiência de uso, especialmente em conteúdos com texto e imagem. De quebra, ele seria capaz de realizar e receber chamadas.

 

 

O primeiro protótipo conta com tela de 7.5 polegadas, dividida em duas seções com resolução 2K. A tela é impressa em 3D, e no seu interior recebe todos os componentes eletrônicos. Já a câmera está em uma das rodas, e pode ser utilizada sem precisar ativar a tela, mas também pode ser utilizada como visor. Por fim, o dispositivo também contaria com controle por gestos, no estilo Nintendo Wiimote.

Também é possível desmontar um dos extremos da tela para que ela seja exibida em forma plana. Porém, o primeiro protótipo mostrou um formato ainda frágil, com uma experiência touch não satisfatória, com a tela mantendo uma leve curvatura.

 

 

O primeiro MagicScroll ainda conta com um tamanho pouco portátil, mas seus desenvolvedores seguem trabalhando para reduzir esse formato para algo próximo a uma caneta no futuro.

 


Via TechCrunch